• 18
    DEZ

      - Olha mamãe, aquela estrela a brilhar no céu, olha como ela brilha diferente das outras. - É verdade filho, que brilho intenso. - Nunca vi uma estrela brilhar assim... - Nem eu filho, que linda! Nando e sua mãe ficaram admirando a linda estrela que brilhava intensamente no céu por muito tempo ainda. Eles queriam muito saber porque aquela estrela brilhava ...

     

    - Olha mamãe, aquela estrela a brilhar no céu, olha como ela brilha diferente das outras.

    - É verdade filho, que brilho intenso.

    - Nunca vi uma estrela brilhar assim...

    - Nem eu filho, que linda!

    Nando e sua mãe ficaram admirando a linda estrela que brilhava intensamente no céu por muito tempo ainda. Eles queriam muito saber porque aquela estrela brilhava de uma forma tão diferente das demais, algo que eles nunca tinham percebido antes.

    Até que depois de um bom tempo a observar, passou uma senhora e falou com eles:

    - Admirados com a estrela?

    - Sim, muito! – Nando respondeu.

    - Ela é a estrela do natal, só aparece uma vez ao ano.

    - Estrela do natal!? – Nando e sua mãe questionaram surpresos.

    - Sim, claro! Toda noite de natal ela aparece lá no céu, para nos avisar que o filho de Deus nasceu no meio de nós.

    - Não, mas isso aconteceu a muito tempo. Não existe mais essa estrela nos dias atuais. – Falou a mãe de Nando.

    - Mas é claro que existe! Todo ano ela está lá, como sempre esteve. Ela vem para nos mostrar que o menino Jesus nasceu no meio de nós e para nunca esquecermos o quanto Ele nos ama!

    - Nossa, não sabia disso! – Falou Nando.

    - Há muito tempo atrás essa mesma estrela guiou os três reis magos para o lugar onde Jesus havia nascido, hoje em dia a estrela do natal vem com o objetivo de nos fazer entender que nunca devemos esquecer de que o renascimento de Jesus acontece todos os anos.

    - Que momento mágico! – Falou a mãe de Nando.

    - É sim, muito mágico! Sintam a magia desta época, apreciem a estrela de natal e nunca esqueçam que ela existe para nos mostrar que todo ano Ele renasce no meio de nós e que a esperança nunca deve deixar de existir em nossos corações.

    - Obrigada senhora por nos ensinar tudo isso e por encher nosso coração de amor e esperança. – Falou Nando.

    - Que a estrela do Natal nunca deixe de brilhar no céu, e principalmente, que ela nunca deixe de brilhar durante todo ano no coração de cada um de nós. Um feliz natal!

    E juntos, os três, se abraçaram, olharam a estrela a brilhar no céu e agradeceram imensamente por ela renovar todo ano a esperança com o renascimento de Jesus!

     

     

    Autora Minéia Pacheco.

     




    Avatar









    11
    JUN

    - E a copa será especial, pois será aqui em nosso país, em nosso Brasil.- Verdade Léo, não vejo a hora dela começar, estou super ansiosa para ver nossa seleção entrando em campo.- Quero gritar bem alto cada gol que a nossa seleção fizer Maria, vai ser muito legal. Neste primeiro jogo iremos a casa dos meus avós nos reunir com meus tios e primos e você? Irá a algum lugar?- Vou sim Léo ...


    - E a copa será especial, pois será aqui em nosso país, em nosso Brasil.

    - Verdade Léo, não vejo a hora dela começar, estou super ansiosa para ver nossa seleção entrando em campo.

    - Quero gritar bem alto cada gol que a nossa seleção fizer Maria, vai ser muito legal. Neste primeiro jogo iremos a casa dos meus avós nos reunir com meus tios e primos e você? Irá a algum lugar?

    - Vou sim Léo, iremos a casa do meu tio Bernardo, ele é super divertido e sabe muito bem fazer uma boa festa.

    Carlinhos se aproxima...

    - Oi amigos, de quê vocês estão falando?

    - Estamos falando sobre a copa que esta bem pertinho de começar. Onde você vai assistir esse primeiro jogo? - Perguntou Léo.

    E Carlinhos meio triste fala.

    - Meus pais falaram que não temos nada para comemorar e não querem nem ouvir falar a palavra copa em casa.

    - Que chato Carlinhos. Toda criança deveria poder se divertir e comemorar a copa. - Falou Maria.

    - Também acho, mas meus pais não pensam assim.

    - Poderíamos ir lá falar com eles, nós não temos culpa das coisas que andam acontecendo no Brasil, nós precisamos no divertir e aproveitar essa copa aqui em nosso país. - Falou Léo.

    - Vocês fariam isso por mim? - Perguntou Carlinhos feliz.

    - Claro que sim! - Falaram Léo e Maria de uma só vez.

    Ao chegarem à casa de Carlinhos, Maria e Léo foram falar com seus pais.

    - Olá, poderíamos falar com vocês? - Perguntou Léo.

    - Claro que sim, o que vocês querem crianças? - Falou a mãe de Carlinhos.

    - Queremos falar com vocês sobre a copa. - Falou Maria.

    - Esse assunto novamente! Aqui em nossa casa não queremos ouvir nada sobre isso. - Falou o pai com muita raiva.

    - Calma senhor, que culpa nós crianças temos das coisas que andam acontecendo no Brasil? - Falou Maria.

    - Nenhuma. - Falou o pai.

    - Tudo que nós queremos é poder nos divertir, festejar e vibrar, que mal há? - Perguntou Maria.

    - Mas nós não podemos aceitar tudo o que perdemos com essa copa aqui no Brasil. - Falou a mãe.

    - O Brasil está ruim há muito tempo, muito antes da copa chegar aqui, concordam? - Perguntou Léo.

    Os pais ficaram pensativos e falaram:

    - É verdade.

    - Então vamos deixar todo rancor de lado e torcer, torcer pelo nosso Brasil, pelo nosso país, todos juntos somos mais fortes e em outubro vocês depositam toda a raiva nas urnas. - Falou Maria.

    - Sabem crianças, confesso que estava aqui doido para encontrar uma saída para me libertar dessa mágoa e vocês com o coração puro que só uma criança sabe ter, me trouxeram o que tanto queria. Agora posso torcer com toda garra pelo meu país, pelo meu BRASIL! - Falou o pai.

    - Ótimo, vou agora mesmo enfeitar toda casa. - Falou a mãe.

    - Vou te ajudar mamãe. - Falou Carlinhos entusiasmado.

    E Léo e Maria juntos gritaram:

    - Êbaaaaaaa!!!

    Mas quem estava ainda mais feliz era Carlinhos, que enfim poderia vibrar, torcer e gritar VIVA BRASIL!


    Toda criança tem o direito de vibrar pelo seu país e pai nenhum tem o direito de tirar isso dela!

    Feliz Copa para Você!


    Minéia Pacheco



    Avatar









    17
    MAR

        Meus avós são incríveis, eles sabem se divertir como ninguém. Fazem-me sorrir e ao lado deles vivo incríveis momentos.   Certo dia fui ao parque próximo da minha casa com o vovô e a vovó, o parque é lindo, cheio de plantas, muitos passarinhos e brinquedos. Eles viram um lindo balanço pendurado em uma das &aacu ...

     
     
    Meus avós são incríveis, eles sabem se divertir como ninguém. Fazem-me sorrir e ao lado deles vivo incríveis momentos.
     
    Certo dia fui ao parque próximo da minha casa com o vovô e a vovó, o parque é lindo, cheio de plantas, muitos passarinhos e brinquedos. Eles viram um lindo balanço pendurado em uma das árvores do parque e sem pensar correram e começaram a se balançar, era bonito de ver meus avós brincando feito criança, eles são incríveis!
     
    Quando saíram do balanço o vovô foi logo falando:
     
    - João, venha jogar bola com seu avô!
     
    - Estou indo vovô.
     
    E a vovó logo depois nos chamou:
     
    - Venham comer crianças, temos hoje bolo de cenoura, de chocolate, brigadeiro, suco e muitas guloseimas!
     
    Eles não me deixam em paz um minutinho, é o tempo todo me chamando para comer, me chamando para brincar, me chamando, me chamando... E eu acho isso tudo um MÁXIMO, eles são o vovô e a vovó que todo neto sonha em ter, tenho muita sorte em tê-los comigo. E os trato com muito carinho sempre, estou sempre enchendo eles com muitos beijinhos, abraços e mimos.
     
    Outro dia pedi para a mamãe me ajudar a fazer uns biscoitinhos para o vovô e a vovó, sei que eles amam biscoitos e eu quis fazer esse mimo para eles. Eles amaram e ficaram bastante felizes, é tão bom fazer o bem, principalmente para o meu vovô e minha vovó.
     
    Se você tem vovô e vovó não se esqueça de lhes dar muitos beijinhos, muitos abraços, muito carinho, pois eles amam receber esse tipo de mimo, aproveite cada minutinho ao lado deles, divirtam-se, brinquem, sejam felizes, assim como sou ao lado dos meus!
     
    É proibido copiar os conteúdos do blog sem a autorização do autor!
     

    Autora: Minéia Pacheco...



    Avatar












  • 27
    FEV

      ( não encontrada.)     Betinha estava ansiosa, pois em sua escola haveria um baile de carnaval e ela queria ir com a fantasia perfeita. Mas não tinha ideia do que usar! Suas fantasias dos anos anteriores estavam pequenas, feias e não tinham graça nenhuma. Sua mãe já havia falado que não iria comprar fantasia nova.   - Muito de ...

     

    (Fonte da imagem não encontrada.)
     
     
    Betinha estava ansiosa, pois em sua escola haveria um baile de carnaval e ela queria ir com a fantasia perfeita. Mas não tinha ideia do que usar! Suas fantasias dos anos anteriores estavam pequenas, feias e não tinham graça nenhuma. Sua mãe já havia falado que não iria comprar fantasia nova.
     
    - Muito desperdício de dinheiro, comprar uma fantasia para usar apenas uma vez, todo ano a mesma coisa, este ano você terá que ir com uma das que você já tem! – Era o que sua mãe falava.
     
    Betinha não sabia o que fazer, não queria ir com aquelas fantasias dos anos passados, mas também não poderia comprar uma nova, o que ela poderia fazer? Deixar de ir ao baile de carnaval da escola? Não, se jeito nenhum ela poderia deixar de ir, todas suas amigas iriam e ela não poderia perder por nada este baile, seria muito legal.
     
    Betinha pensou, pensou, pensou...
     
    E de tanto pensar, chegou a uma feliz ideia!
     
    - Iria reciclar! – Ela falou.
     
    Isso mesmo, Betinha iria pegar uma coisinha de cada fantasia por ela já usada e iria criar uma novinha em folha, uma fantasia única, uma fantasia perfeita de carnaval!
     
    Pegou as asinhas da fantasia da fadinha, pegou a roupa da fantasia de abelhinha, juntou mais algumas coisas de outras fantasias e quão não foi sua surpresa quando viu prontinha sua nova fantasia.
     
    Ela a vestiu e foi mostrar a sua mãe...
     
    - Filha, onde você conseguiu dinheiro para comprar esta linda fantasia?
     
    E Betinha rindo falou:
     
    - Mamãe fui eu que fiz! Usei minha criatividade e as fantasias já usadas por mim. Ficou linda?
     
    - Linda? Ficou perfeita! Não existe por aí fantasia mais bela.
     
    Betinha ficou feliz, muito feliz...
     

    Guardou a fantasia e no dia do baile da escola a vestiu novamente. Saiu radiante de casa, pois aquela não era apenas a tão sonhada fantasia perfeita que ela tanto queria, aquela era sua imaginação e criatividade ganhando vida!
     
     
     
     
    É proibido copiar os conteúdos do blog sem a autorização do autor!
     
     
    Autora: Minéia Pacheco



    Avatar









    24
    FEV

          CONTO ESPECIAL PARA TEATRO DE FANTOCHES: LIVROS DIDÁTICOS, NOSSOS MELHORES AMIGOS NA ESCOLA!   Juninho:  - Aí, aí, aí... Aí, aí, aí!   Clarinha: - Que tanto aí, aí, aí é esse Juninho? Você entrou aqui tão preocupado com esses aí, aí, aí que n ...

     
     
     

    CONTO ESPECIAL PARA TEATRO DE FANTOCHES: LIVROS DIDÁTICOS, NOSSOS MELHORES AMIGOS NA ESCOLA!

     

    Juninho:  - Aí, aí, aí... Aí, aí, aí!

     

    Clarinha: - Que tanto aí, aí, aí é esse Juninho? Você entrou aqui tão preocupado com esses aí, aí, aí que nem viu o tanto de crianças que tem aqui hoje.

     

    Juninho: - Foi mesmo Clarinha! Oi Criançada? Quero ouvir um oi bem grandão!!!!

     

    Clarinha: - Xixixixi, essas crianças estão fraquinhas demais, OI CRIANÇAS!!!

    Ah, agora melhorou!

    Juninho, agora nos fale o que tanto te preocupa?

     

    Juninho: - Estou tão triste, tão preocupado, não sei se devo contar, fiz uma coisa muito feia.

     

    Clarinha: - Ah, agora fiquei curiosa de verdade, pode contar...

     

    Juninho: - Não sei se conto!

     

    Clarinha: Vamos juntos falar crianças!

    Conta sim...

    Conta sim...

    Conta sim...

    Conta sim...

     

    Juninho: - Tá bom, se vocês insistem! Bem, hoje é o dia nacional do livro didático não é criançada??? Não é Clarinha??

     

    Clarinha: - É sim Juninho, na minha escola a professora falou muito deles e principalmente o quanto devemos cuidar bem deles, pois ela falou que os livros didáticos são nossos melhores amigos na escola, pois é através deles que aprendemos muitas coisas novas.

     

    Juninho: - Pois é Clarinha, minha professora também falou tudo isso, e nos disse que iria olhar todos os livros didáticos dos alunos e os livros que estivessem mais conservados iriam ganhar um brinde surpresa.

     

    Clarinha: - Seu livro estava bem conservado, não é Juninho?

     

    Juninho:  - Buáááááááááááá...

     

    Clarinha: - Se você está chorando é porque seus livros didáticos estavam em péssimo estado. Mas Juninho, como pôde tratar tão mal quem te faz tão bem, nossos livros didáticos, como já falei, são nossos melhores amigos na escola.

     

    Juninho: - Buáááá, estou muito triste Clarinha, muito arrependido por não os ter tratado como mereciam, agora entendo o quanto eles são importantes para mim, o quanto eles me ensinam coisas fantásticas e o quanto eles merecem ser bem tratados, mas agora é tarde... Buááááá!

     

    Clarinha: - Nunca é tarde para um arrependimento, sei que agora você entende o quanto seus livros didáticos são importantes para sua vida escolar e agora percebo que você irá tratá-los como eles merecem.

     

    Juninho: - O que você quer dizer com isso Clarinha?

     

    Clarinha: - Você já ouviu falar da Fada Cristal?

     

    Juninho: - Claro que sim...

     

    Clarinha: - Ela é muito minha amiga e ela está me devendo alguns favorzinhos. Vamos chamá-la crianças?

    1,2,3...

    Fada Cristal!

    Fada Cristal!

    Fada Cristal!

    Fada Cristal!

     

    Fada Cristal: - Alguém me chamou?

     

    Clarinha: - Sim, nós te chamamos Fada Cristal e esse é meu amigo Juninho.

     

    Fada Cristal: - Olá Juninho, em que posso ajudá-los?

     

    Juninho: - Nossa, ela existe mesmo!

     

    Clarinha: - Claro que existe Juninho. Bem Fada Cristal, o problema é que esse meu amigo Juninho não tratou corretamente seus livros didáticos e como HOJE é o dia dos livros didáticos sua professora iria dar um brinde surpresa para os alunos que estiverem com seus livros bem conservados.

     

    Fada Cristal: - O quê? Juninho não tratou bem seus livros e ainda quer minha ajuda?? Não vou ajudar não! Que coisa mais feia tratar tão mal quem te faz tão bem. Os livros didáticos existem para lhe ajudar na escola, fazem você aprender coisas novas e é repleto de novos ensinamentos. Como pôde tratá-los mal?

     

    Juninho: - Buááááá, eu não queria tratá-los mal, foi sem querer. Agora entendo de verdade o quanto eles são importantes para mim, meus melhores amigos na escola são meus livros didáticos.

     

    Fada Cristal: - Pois é, não os trate mal!

     

    Clarinha: - Ele está arrependido Fada Cristal de verdade, e queria muito que você usasse seu pozinho mágico para fazer os livros dele ficarem novos de novo, pois agora tenho certeza de que ele aprendeu o quanto esses livros são importantes e o quanto eles merecem ser bem tratados.

     

    Fada Cristal: - Tudo bem, irei dar essa chance a você, caro Juninho! Mas, ai ai de você, se eu ver seus livros maltratados novamente.

     

    Plim, plum...

    Os livros novinhos agora vão ficar!

    Prontinho, pode ir pegá-los, eles voltaram a ficar novos, mas o aviso foi dado, cuide bem deles, senão....

     

    Juninho: - Não se preocupe Fada Cristal, aprendi muito bem a lição, tratar meus livros didáticos bem é mais que minha obrigação. Eles me ajudam, me ensinam e me fazem aprender coisas novas, vou agora tratar muito bem dos meus melhores amigos na escola, sem a ajuda deles sei que nada saberia, obrigado por me ajudarem, irei fazer valer a pena essa nova chance, pode ficar sossegada!

     

    Tchau crianças!

    Espero que vocês também tenham aprendido a lição!

    Nosso livro didático deve ser bem tratado!

    Não esqueçam disso não!

     

    Tchau!

     

    Tchau!

     

    Tchau!

     
     

    Autora: Minéia Pacheco

     

    (DIA 27 DE FEVEREIRO É DIA DO LIVRO DIDÁTICO, POR ISSO O CONTO ESPECIAL PARA ENSINAR AS CRIANÇAS A CUIDAR MUITO BEM DESTE LIVRO TÃO IMPORTANTE NA VIDA ESCOLAR DELAS.)

     
     
      
     


     



    Avatar









    30
    DEZ

              Os animais andavam agitados, pela primeira vez em toda a história da floresta eles iriam fazer uma festa de fim de ano. Mais como essa festa ficaria na história da floresta, eles decidiram que não poderia ser uma festa qualquer, deveria ser um festão!   - Já que sou o rei da floresta, irei distribuir a funç&at ...

          Fonte da imagem AQUI!
     
     

    Os animais andavam agitados, pela primeira vez em toda a história da floresta eles iriam fazer uma festa de fim de ano. Mais como essa festa ficaria na história da floresta, eles decidiram que não poderia ser uma festa qualquer, deveria ser um festão!

     

    - Já que sou o rei da floresta, irei distribuir a função de cada um para nossa festa de fim de ano. - Falou o leão.

     

    O macaco quis logo questionar e tomar o lugar do rei das selvas, mas o leão deu um forte rugido e, com medo, o macaco pulou para longe e não falou mais nada.

     

    - Nossa festa tem que ser linda, pois iremos comemorar o fim de um ano e o começo de outro. Tudo tem que ser perfeito. Então o senhor elefante irá cuidar da nossa alimentação, como você é grande irá trazer todos os alimentos e muita água para todos os animais.

     

    - Mas rei leão... – Quis questionar o elefante, mas o leão deu um forte rugido que o elefante estremeceu.

     

    - Tudo bem, tudo bem. – O elefante saiu falando morrendo de medo.

     

    E o leão continuou:

     

    - A dona girafa irá ornamentar toda a floresta na parte superior e a dona cobra ornamentará a parte inferior da floresta, certo assim?

     

    - Claro que sim! – Falaram as duas de uma só vez.

     

    - O macaco como é bom em pular de galho em galho, irá convidar todos os animais e o gorila irá com você para ajudar e convidar, mais rápido, todos os animais da floresta. Vocês ficarão com essa função.

     

    - Mas não sei se quero essa função. – Falou o gorila.

     

    E depois de um forte rugido que estremeceu toda floresta o leão falou:

     

    - Você quer sim!!

     

    - Tudo bem, só estava brincando. – Falou o Gorila. Vamos macaco, vamos rápido!

     

    - Eu, o leopardo e o tigre, iremos limpar toda essa parte da floresta, pois será aqui nossa festa. Agora vamos todos trabalhar! – E rugiu forte.

     

    - Nossa! Esse leão está se achando, ele pensa que pode falar assim com a gente, tenho até medo de ir para essa festa. – Falou o elefante.

     

    A girafa e a cobra também conversaram quando saíram de perto do leão.

     

    - Nossa dona cobra que rei mandão, não custava nada ele perguntar nossa opinião.

     

    - Também acho dona girafa, estou até sem vontade de ir para essa festa. – Falou a cobra.

     

    - Eu também! – Falou a girafa.

     

    O gorila e o macaco também questionaram:

     

    - Macaco, que leão mais chato. Ele pensa que manda em tudo e em todos? – Falou o gorila.

     

    - Também acho gorila, desse jeito não tenho nem vontade de ir a essa festa. – Falou o macaco.

     

    - Nem eu! – Falou o gorila.

     

    Enquanto isso...

     

    - Pronto, terminamos nossa função aqui. – Falou o leão.

     

    - Leão, você não acha que foi muito mandão? – Perguntou o tigre.

     

    - Pois é leão... – Falou o leopardo.

     

    -Mandão! Eu? Claro que não! Sou apenas o rei da floresta e tenho que fazer minha função de mandar nos demais animais.

     

    - Mas não custava nada você ouvir a opinião de cada um. – Falou o leopardo.

     

    - Pois é, saber o que cada um mais gostava de fazer. – Falou o tigre.

     

    - Deixe de bobagem, se fosse perguntar o que cada um queria fazer, iríamos passar o dia todo aqui e a nossa festa de fim de ano será logo mais, não tinha tempo para isso.

     

    E a hora da festa chegou...

     

    - Não é estranho não ter chegado nenhum animal para nossa festa? – Perguntou o Leopardo.

     

    - Pois é, já está na hora da festa e ninguém chega. – Falou o tigre.

     

    - Calma amigos, logo eles chegarão. – Falou o leão.

     

    E o tempo passou, passou e nenhum animal chegou...

     

    - Alguma coisa aconteceu. – Falou o tigre.

     

    - Acho que a culpa foi do macaco e do gorila que não passaram o local da festa corretamente. – Falou o leão, muito zangado. Vamos atrás deles!

     

    - Vamos!! – Falaram o tigre e o leopardo de uma só vez.

     

    Eles correram, correram, mas não acharam nenhum animal na floresta, nem mesmo uma pequena formiga, todos haviam sumido. Ficaram um pouco em silêncio e ouviram de longe o som de uma música.

     

    - Vamos seguir esse som. – Falou o leão.

     

    Eles correram tanto, tanto, tanto... Enfim, acharam de onde vinha o som, todos os animais estavam lá e o leão logo gritou.

     

    - O que está acontecendo aqui? – Ele perguntou com um forte rugido.

     

    Os animais estremeceram, quiseram fugir e tiveram muito medo do leão que estava muito zangado.

     

    O macaco como era o mais corajoso de todos, logo falou:

     

    - A festa de fim de ano é um momento especial e devemos estar com pessoas que gostamos, que nos fazem bem, para comemorar com muita alegria o novo ano que estar por vim. Todos nós temos muito medo de você e não gostamos nada, nada, de como nos tratou; e por isso, resolvemos fazer nossa própria festa longe de animais chatos como você.

     

    O leão se sentiu triste, se sentiu excluído, não questionou nada do que o macaco havia falado e deu a meia volta para sair daquela festa onde ele não era bem-vindo.

     

    - Calma amigos, não apenas na festa de fim de ano, mas durante todo o ano devemos também praticar o perdão, tenho certeza de que o leão está arrependido de tudo que fez, não é leão? – Falou o tigre.

     

    - Não pensava que tinha magoado tanto vocês, apenas tentei fazer o que todo rei deve fazer, MANDAR! Mas acho que agi mal e magoei todos. Vocês me perdoam?

     

    Os animais se entreolharam, será que o leão estava falando de coração?

     

    - Vamos lá pessoal, é nossa primeira festa de fim de ano, vamos torná-la especial, vamos perdoar o leão e participar todos juntos desta festa maravilhosa. – Falou o leopardo.

     

    -Nós te perdoamos leão, vem que a festa é nossa!! – Falaram todos os animais de uma só vez.

     

    E o leão entrou na festa, entrou feliz, entrou leve, entrou um novo leão, menos mandão e mais amigos de todos animais.

     

    - 5,4,3,2,1............... Feliz Ano Novo!!! – Gritaram os animais a floresta.

     

    E aquela festa, com certeza, foi inesquecível para todos os animais da floresta, pois foi a partir dela que o animal mais poderoso da floresta reconheceu que não importa a posição que ocupamos, devemos sempre ouvir o próximo, parar para escutar o que o outro tem a nos dizer, pois só assim podemos fazer amigos de verdade!

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     




    Avatar












  • 14
    OUT

          Janaína sabia que o dia dos professores estava se aproximando e queria muito poder fazer algo bem especial para a sua professora, pois ela a amava e queria poder demonstrar todo seu amor nesta data tão querida.   Pediu ajuda a sua mãe:   - Mamãe, a senhora sabe o quanto gosto da minha professora, não é?   ...

     
     
     
    Janaína sabia que o dia dos professores estava se aproximando e queria muito poder fazer algo bem especial para a sua professora, pois ela a amava e queria poder demonstrar todo seu amor nesta data tão querida.
     
    Pediu ajuda a sua mãe:
     
    - Mamãe, a senhora sabe o quanto gosto da minha professora, não é?
     
    - Claro que sim filha, você só vive falando dela!
     
    - Não fique com ciúmes mamãe, também amo muito a senhora.
     
    - Eu seu filhinha, eu sei... E fico feliz em saber que você gosta tanto assim da sua professora, pois é sinal de que ela te trata muito bem.
     
    - E como trata mamãe. Mas estou um pouco preocupada.
     
    - Com o que filha?
     
    - É que o dia dos professores está próximo e eu queria muito poder fazer algo que expressasse tudo o que ela representa para mim.
     
    - Que lindo filha, vamos comprar algo especial para ela.
     
    - Claro que quero lhe presentear com um lindo presente sim! Mas, queria fazer algo mais, algo diferente!
     
    - Que algo diferente seria? Não tem nem ideia?
     
    - Ah mamãe, minha professora é muito especial, ela tem muita paciência conosco, nos explica as atividades com tanta facilidade que aprendemos rapidinho, ela sempre nos elogia, nos abraça, nos dá beijinhos e quando fazemos algo errado ela chega pertinho da gente, fala bem baixinho e com muito carinho explica que aquilo não é certo e rapidinho pedimos desculpas e voltamos a ficar comportados. Ela é tão especial, que queria fazer algo surpreendente.
     
    - Que linda forma de descrever sua professora filha, realmente, ela merece algo especial. E já sei o que você e sua turma podem fazer de especial para ela.
     
    - O quê mamãe?
     
    - Você vai combinar com seus colegas de classe o seguinte: no finalzinho da aula, peçam à professora para sentar no lugar dos alunos e cada um irá falar tudo o que sente pela professora, tenho certeza de que vocês têm coisas lindas para falar a ela. E quando todos terminarem de falar, entreguem juntos um lindo buquê de flores, pois ela irá amar e se emocionar bastante com todo esse carinho.
     
    - Nossa mamãe! que ideia perfeita, irei agora mesmo falar com meus colegas. Eles irão amar poder fazer essa surpresa para nossa querida professora.
     
    - Que bom que gostou filha, mas antes de ir ligar para seus colegas quero te falar uma coisinha...
     
    - Pode falar...
     
    - Quero dizer que estou muito orgulhosa, pois você reconhece o real valor da sua professora em sua vida e isso é muito lindo. Devemos sempre valorizar nossos professores, pois se não fossem eles ninguém saberia ler, escrever e fazer tantas outras coisas que eles sempre nos ensinam.
     
    - Mamãe, amo minha professora atual e sempre irei querer muito bem aos demais professores que tive e ainda terei, pois se eles estão em sala de aula é porque querem nosso bem, querem ver nosso sucesso e não tem como não amar alguém com um coração tão solidário assim!
     
    - Muito bem filha.
     
    Janaína falou com os colegas da escola, eles ficaram muito empolgados com a surpresa que fariam para a professora.
     
    E quando o grande momento chegou, a professora não conseguiu segurar as lágrimas diante de tanto carinho, de tantas declarações e falou muito emocionada:
     
    - Queridos alunos, amo minha profissão e a exerço com amor. Mas sempre é muito bom e nos motiva saber o quanto somos queridos. Obrigada por me fazerem acreditar que ainda existem alunos que reconhecem e que amam seus professores, vocês são demais!
     
    E as homenagens terminaram com um enorme abraço, um lindo buquê de flores e a certeza de que ainda existe muita gente boa pelo planeta, muita gente que ainda sabe valorizar seu professor!
     
     
    Um feliz dia para todos meus colegas de profissão!
     
    15 de Outubro - Dia do nosso querido professor!
     
     
     
    Autora: Minéia Pacheco
     
     
     
     

     
     
     



    Avatar





    • Eu adoro minha professora!
      Que legal que ficou a história!
      Muito obrigado pela visita!
      Desejo uma ótima semana para ti!
      Bjs do Neno

      RESPOSTA





    • Adorei a história... Um carinho para os professores....beijosss Giselda

      RESPOSTA





    • Linda historinha, de reconhecimento e gratidão. Quero parabenizar todos os professores pelo seu dia mesmo chegando um pouco atrasada, mas como todo dia é dia de desejar felicidades. Deus abençoe a todos. bjsss http://nalpontes2.blogspot.com.br/

      RESPOSTA





    • Mineia,que lindeza de história e como a gente se derrete com essas homenagens dos alunos.São anos lecionando e a cada ano não dá pra conter as lágrimas neste dia com o carinho das crianças! Parabéns a vc tb,querida colega! bjs,

      RESPOSTA





    • Uma linda e sensível surpresa que deveria ser dada aos mestres que tanto nos ensinam.
      Feliz dia do professor Minéia.
      Muitas alegrias e realizações em seu caminho.
      abração com carinho

      RESPOSTA





    • Linda historinha e deixo aqui pra ti e todos os professores, o meu carinho e beijo! FELIZ DIA!! Que haja o reconhecimento merecido!!! beijos,chica

      RESPOSTA









    11
    OUT

              JUNINHO: Boa tarde criançada!! Hoje estou muito, muito, mais muito feliz, e querem saber o porquê?? Bem, em minha escola durante toda semana comemoramos muito o meu dia - o dia das crianças - e em cada dia há uma atividade diferente e muito divertida! Mas o que está me deixando mais feliz é o dia de hoje, ...

     
     
     
     
     
    JUNINHO: Boa tarde criançada!! Hoje estou muito, muito, mais muito feliz, e querem saber o porquê??
    Bem, em minha escola durante toda semana comemoramos muito o meu dia - o dia das crianças - e em cada dia há uma atividade diferente e muito divertida!
    Mas o que está me deixando mais feliz é o dia de hoje, pois iremos fazer muitas brincadeiras, brincadeiras do tempo da minha mamãe e da minha vovó, brincadeiras de verdade!
    Hoje em dia as brincadeiras que a gente costuma brincar não chegam nem perto das de antigamente, estou louquinho para chegar a hora de ir à escola e poder brincar com todos meus amigos, estou feliz, estou feliz!!!
     
    FADA CRISTAL: Oi Juninho, nossa como você está alegre, o que houve?
     
    JUNINHO: Semana da criança na minha escola, está sendo tudo de bom!
     
    FADA CRISTAL: Que bom Juninho, toda criança merece ter uma semaninha toda dedicada a ela.
     
    JUNINHO: Pois é Fada Cristal, também acho, e vocês crianças? vocês acham que as crianças do mundo inteiro deveriam ter uma semana dedicada a elas?
     
    Muito bem meus amigos, vocês têm bom coração!
     
    FADA CRISTAL: Juninho, o que terá hoje na sua escola?
     
    JUNINHO: Ah! Fada Cristal, hoje será o dia mais especial de todos, pois hoje iremos aprender as brincadeiras do tempo da mamãe e da vovó!
     
    FADA CRISTAL: Que maravilha Juninho, sempre é tempo de brincar e mais com brincadeiras tão especiais assim, conheço várias...
     
    JUNINHO: Sério Fada Cristal?!
     
    FADA CRISTAL: Claro que sim Juninho e não irei contar, pois assim perderá a graça...
     
    JUNINHO: Ah! vai ter que contar sim...
     
    FADA CRISTAL: Conto não!
     
    JUNINHO: Conta sim! Vamos lá meus amigos... Falem comigo... Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim!
     
    FADA CRISTAL: Conto não!
     
    JUNINHO: Vamos falar mais alto amigos... Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim! Conta sim!
     
    FADA CRISTAL: Tudo bem, tudo bem... irei contar só algumas brincadeiras, certo?
     
    JUNINHO: CERTO!!!
     
    FADA CRISTAL: Bem, para começar irei falar da brincadeira que achava mais legal, ela se chama Barra-Bandeira, alguém conhece?
    São duas equipes e uma tentar pegar a “bandeira” da outra e correr ao máximo para não ser pego pela equipe adversária, diversão na certa.
     
    JUNINHO: Muito divertida, Fada Cristal!!
     
    FADA CRISTAL: A outra é Baleado, muito divertida e como na barra-bandeira também são duas equipes, com uma bola, a pessoa escolhe alguém do time adversário para “balear”, que é jogar a bola nela, se ela segurar, ótimo. Agora se a bola cair, a equipe que “baleou” ganha um ponto.
     
    JUNINHO: Nossa! Que brincadeiras fantásticas!
     
    FADA CRISTAL: Essas sim, são brincadeiras de verdade... hoje em dia vejo muitas crianças em frente à televisão, jogando jogos eletrônicos, elas pouco se movimentam, pouco se divertem de verdade.
     
    JUNINHO: Tive uma brilhante ideia Fada Cristal!
     
    FADA CRISTAL: Qual foi essa brilhante ideia Juninho.
     
    JUNINHO: Vou mudar a forma de brincar de todas as crianças do mundo, irei apresentar para elas essas e outras brincadeiras do tempo da mamãe e da vovó, você vai ver! Irei fazer com que as crianças de hoje brinquem como as crianças de ontem.
     
    FADA CRISTAL: Mas como você fará isso Juninho? É muito difícil!
     
    JUNINHO: Quando realmente queremos algo, nada fica difícil, tudo se torna fácil!
     
    FADA CRISTAL: Palmas para Juninho crianças!!! Palmas!!! Que lindas palavras Juninho, realmente você está certíssimo e tenho muito orgulho de ser sua amiga, agora me conte como TODAS AS CRIANÇAS DO MUNDO IRÃO APRENDER A BRINCAR DE VERDADE.
     
    JUNINHO: Bem, eu e essas lindas crianças que estão nos vendo ouviram como é brincar de verdade, não foi crianças??
    A nossa tarefa será ensinar outras crianças a brincarem assim também, vizinhos, primos, amigos da rua... E esses outros amigos que forem aprendendo irão ensinado a outros e outros e outros...  Até que um dia, enfim, todas as crianças do mundo terão aprendido a brincar de verdade!
     
    FADA CRISTAL: Nossa Juninho, estou até emocionada com essa brilhante ideia, fantástica! Com certeza dará certo, com certeza você irá fazer um bem danado para todas as crianças do mundo!
     
    JUNINHO: E então crianças, vocês me ajudam nesta missão?
    Que bom, eu tinha certeza de que vocês não iriam me deixar sozinho nessa!
    Então está combinado, assim que sairmos daqui iremos ensinar a outras crianças essas brincadeiras fantásticas e fazer com que as crianças aprendam a brincar de verdade, pois SEMPRE É TEMPO DE BRINCAR!
    Repitam:
    SEMPRE É TEMPO DE BRINCAR!
    SEMPRE É TEMPO DE BRINCAR!
    SEMPRE É TEMPO DE BRINCAR!
     
    FADA CRISTAL: Estou muito animada e feliz com tudo que vi e ouvi aqui, realmente vocês crianças são a esperança que o mundo precisa para ser melhor, muito melhor. Estou na torcida por vocês!!!
     
    JUNINHO: E para animar ainda mais essa festa super animada vamos cantar, agora vamos cantar também músicas do tempo da mamãe e da vovó, pois no tempo delas as músicas infantis também eram bem especiais.
    Vamos cantar todos juntos...
    Quero só ver quem é o mais animado!
    Vamos lá!
     
     
    (Neste momento liga o som com músicas populares infantis e podem cantar a vontade com as crianças!)

     
     
     

    Autora: Minéia Pacheco
     


     



    Avatar





    • Boa noite Minéia.. encontrei teu blog através de um blog amigo.. muito bom poder ler algo que não consegui adentrar ainda pq as rimas me perseguem nas poesias.. mas tenho feito algo muito legal tb.. que foi recente acaabr uma obra infantil sobre personagens de desenhos entre muitas outras coisas e algumas transformaçoes de contos como os 3 porquinhos.. joão e o pé de feijão para poesias.. deu um baita trabalho mas o resultado final sempre vale a pena.. espero ano que vem poder lançar este livro.. muito bom conhecer teu espaço se desejar visitar-me fique a vontade
      lapidandoversos.blogspot.com.br

      grande abraço até sempre

      RESPOSTA





    • Adorei a estória e principalmente a ideia de resgatar essas brincadeiras tão gostosas e que estão um pouco esquecidas.
      um feliz dia das crianças para ti.
      abração com carinho

      RESPOSTA





    • Minéia, que legal o teatrinho, adorei!
      Hoje o meu dia foi muito legal, brinquei bastante!
      Minéia um lindo domingo pra você
      Com carinho
      Pedro

      RESPOSTA





    • Mineia,como faz bem ás crianças esses teatrinhos! Sempre adorei manipular e contar histórias através deles. Hoje o Bruno está lá no Menina sendo entrevistado tb.Bjs e obrigada!

      RESPOSTA





    • Ser criança é muito bom e o melhor é brincar e ser feliz e ter acesso á cultura , ás artes e a leitura. bjs

      RESPOSTA





    • Que lindo,Minéia .Uma peça bem legal e as brincadeiras também. Que todas as crianças possam brincar!! Feliz Dia das Crianças pro Bruninho e pra ti! beijos,chica ) obrigado pelo carinho com o Neno)

      RESPOSTA









    07
    OUT

        Tempo para ser criança!   - Rodolfo, acorde meu filho! Está na hora de ir à escola. – Falou sua mãe.   - Já vou...   Já acordado, sua mãe pede para que ele coma rápido para não se atrasar.   - Enquanto você come, vamos repassar sua agenda do dia. Pela manhã escola, ...

     
     

    Tempo para ser criança!

     

    - Rodolfo, acorde meu filho! Está na hora de ir à escola. – Falou sua mãe.

     

    - Já vou...

     

    Já acordado, sua mãe pede para que ele coma rápido para não se atrasar.

     

    - Enquanto você come, vamos repassar sua agenda do dia. Pela manhã escola, a tarde aula de inglês, depois aula de música e não podemos esquecer da natação no início da noite.

     

    O dia passou e quando Rodolfo já estava chegando em casa depois de ter realizado todas as atividades, sua mãe logo falou:

     

    - Tome um rápido banho para ir jantar e começar a fazer os deveres escolares.

     

    - Certo mamãe. – Ele falou.

     

    No dia seguinte, a mesma rotina:

     

    - Acorda Rodolfo. – Chama a mãe.

     

    Já na mesa a mãe mais uma vez repassa a agenda do dia.

     

    - Pela manhã escola, a tarde aula de futsal e a noite não podemos esquecer da aula de reforço, pois você não está muito bem na escola.

     

    Rodolfo com seus seis anos já não suportava tanta correria em seu dia a dia. Ao chegar em casa naquela noite, assim que viu a cama, caiu nela e adormeceu, estava cansado demais.

     

    E no dia seguinte a mesma rotina:

     

    - Acorde Rodolfo! – Sua mãe grita.

     

     

    Já na mesa para tomar o café da manhã sua mãe mais uma vez fala sua rotina do dia. Depois que ela falou tudo ele a olhou e perguntou:

     

    - Qual é o horário em que eu realmente posso ser uma criança? Onde eu possa aproveitar um período em minha casa? Onde eu possa brincar com meus brinquedos?... Qual será esse horário?

     

    - Mas filho, você é criança, você se diverte.

     

    - Quando? Onde?

     

    - Todos os dias, em sua escola, em suas aulas. Você não sabe o esforço que faço para você ter direito a tudo isso.

     

    - Mas não preciso de tudo isso, claro que é importante estudar, ir à escola, mas o resto me cansa demais. Preciso ficar em casa e brincar como toda criança da minha idade brinca. Para quê tanta obrigação?

     

    Depois desta conversa Rodolfo foi para seu quarto dormir.

     

    A mãe ficou pensativa, relembrando toda conversa e percebeu que realmente estava exigindo demais do filho. Ele tinha muita obrigação para um menino de apenas seis anos. E lembrou que quando era criança tudo que queria era ter tempo para brincar, mas seus pais faziam com ela o mesmo que ela fazia com o filho, o tempo passou e nunca teve tempo para brincar e não queria fazer isso com seu filho, não poderia querer para ele a mesma infância perdida que teve... E resolveu mudar!

     

    No dia seguinte ela chamou:

     

    - Acorda Rodolfo, hora de ir para a escola.

     

    Ao chegar na cozinha e começar a tomar o café da manhã a mãe começou a falar:

     

    - Vamos repassar sua agenda do dia...

     

    Rodolfo já se sentiu cansado antes da mãe começar a falar.

     

    - Pela amanhã escola, certo?

     

    - Certo.

     

    - Agora o horário da tarde sofreu algumas modificações...

     

    - Quais? Algum curso novo? – Ele perguntou.

     

    - Assim que você sair da escola, virá para casa, irá tirar um pequeno cochilo após o almoço, brincar umas duas horas, realizar os deveres escolares, brincar mais um pouco, jantar, assistir algum desenho favorito e dormir para ir à escola no dia seguinte, e essa será sua rotina por um bom tempo, gostou?

     

    Rodolfo não acreditou no que ouviu, agora teria tempo para brincar, tempo para ser criança!

     

    - Se gostei? Eu amei mamãe! Agora sim, terei tempo de fazer o que mais gosto, brincar!

     

    E foi assim que Rodolfo deixou de ter uma vida agitada, uma vida de “adulto” e voltou a ser o que todo menino de sua idade deveria ser... Criança!

     

     

    Recadinho especial:

     

    Vamos deixar que nossas crianças possam viver verdadeiramente sua INFÂNCIA... Para quê ocupa-las com tantas atividades? Para tudo tem seu tempo, vamos deixar que elas vivam muito bem cada uma das etapas da vida, pois tudo passa tão rápido!

     

    Um adulto feliz foi uma criança que brincou MUITO, disso tenho certeza!

     

    Autora: Minéia Pacheco

    Nossa Missão é transmitir valores através de contos infantis.

     

     




    Avatar





    • parabéns!!! e este é o sentimento de várias crianças que azem tudo o que seus responsáveis acham que elas devem fazer e não fazem o que realmente as crianças querem fazer, brincar, cantar, correr entre outros...

      RESPOSTA





    • Parabéns! Vem de encontro ao que sempre falo ,penso e faço.Não podemos comocar cursos disso, daquilo, tarefas em,ais extras pois o tempos de ser criança desaparece! Linda história! beijos, chica

      RESPOSTA












  • 19
    AGO

      Imagem encontrada AQUI!   Em minha escola todo ano é assim, temos uma semana inteirinha para falar sobre o folclore brasileiro e para ser bem sincero, esta é a melhor semana do ano escolar para mim, pois amo poder relembrar todos os seres fantásticos que fazem esta data ficar tão especial e mágica assim. Amo as lendas do saci-pererê, do boto ro ...

     
    Imagem encontrada AQUI!
     
    Em minha escola todo ano é assim, temos uma semana inteirinha para falar sobre o folclore brasileiro e para ser bem sincero, esta é a melhor semana do ano escolar para mim, pois amo poder relembrar todos os seres fantásticos que fazem esta data ficar tão especial e mágica assim. Amo as lendas do saci-pererê, do boto rosa, da iara, do curupira, do lobisomem, claro que tenho medo de alguns, mas aí lembro que são lendas e lendas são lendas, não fazem parte da realidade e não existem.
     
    As brincadeiras folclóricas são sempre um sucesso, eu e meus amigos brincamos muito de ioiô, peteca, corda, esconde-escondee tantas outras brincadeiras que as professoras organizam sempre na semana do folclore, bom seriam se todos os dias na escola fossem assim, repletos de brincadeiras e cantigas de roda, sempre depois de brincarmos a professora nos reúne em uma enorme roda e sentados no chão começamos a cantar essas cantigas que fazem parte do nosso folclore, minhas preferidas são marcha-soldado, Terezinha de Jesus, sapo cururu, boi da cara preta e claro que ciranda-cirandinha. É tão bom e me sinto tão feliz cantado junto aos meus amigos!
     
    Tem dias em que elas, as professoras, fazem um joguinho de adivinhações conosco, confesso que não sou muito bom em adivinhas, mas teve uma que eu acertei, foi bem assim: O que é, o que é? Bebe leite, mas não bebe café. Fica no telhado, mas não é chaminé? Nessa fui o primeiro a levantar a mão e sem pensar duas vezes falei: - É o gato! Acertei e todos bateram palmas para mim, ah como amo a semana do folclore!  
     
    Nos trava línguas quanto mais treino mais enrolo a língua, não é fácil, mas é muito engraçado ver todos meus amigos e até mesmo as professoras enrolando a língua tentando acertar os trava línguas, a diversão é garantida!  Hoje treinamos esse: - O tempo perguntou ao tempo, quando tempo o tempo tem, o tempo respondeu ao tempo, que não tinha tempo, de ver quanto tempo, o tempo tem. Enrola mesmo a língua, não é?
     
    Queria que esta semana nunca terminasse e que pudéssemos sempre reviver a magia do folclore brasileiro, mas infelizmente só terei outra dessa no próximo ano e enquanto essa não termina vou aproveitar ao máximo e com certeza aprender muita coisa nova sobre o nosso folclore, semana tão boa assim... Ainda está para existir!
     

    Autora: Minéia Pacheco
     
     
    Outros contos sobre o Folclore:
     
     
     
     
     



    Avatar









    05
    AGO

            Um dia dos pais no parque!     Era um lindo domingo de agosto, naquela manhã o sol resolveu surgir radiante, brilhante e incrivelmente luminoso. Clarinha queria ter um tempo com seu pai, com seu lindo papai, era o dia dos pais e todas as crianças já tinham comprado o presente para presentear os seus, mas Clarinha não havia ...

     
     
     
     

    Um dia dos pais no parque!

     

     

    Era um lindo domingo de agosto, naquela manhã o sol resolveu surgir radiante, brilhante e incrivelmente luminoso. Clarinha queria ter um tempo com seu pai, com seu lindo papai, era o dia dos pais e todas as crianças já tinham comprado o presente para presentear os seus, mas Clarinha não havia comprado nada e queria recompensar seu lindo papai com um dia só dele, um dia para ficarem juntinhos. O sol havia ajudado, e por isso ela resolveu ir com seu papai ao parque da cidade.

     

    O parque estava lindo, repleto de flores, árvores e vários pássaros a voar por lá. O seu pai ficou feliz com a ideia da filha, aquele seria, com certeza, um dia dos pais diferente. Sentaram no banquinho do parque e Clarinha tirou da bolsa algumas migalhas de pão, deu algumas para seu pai e ficou com outras. Ela havia lido que os pássaros do parque amavam migalhas de pão e resolveu fazer essa surpresa ao seu papai.

     

    Ela levantou as mãos e logo vários passarinhos foram ao encontro das migalhas que lá estavam, ela fez um gesto para seu pai pedindo para que ele fizesse a mesma coisa e ao fazer, ficou muito impressionado quando percebeu que os pássaros vieram ao seu encontro. Eram tantos pássaros, vindos de vários lugares, louquinhos pelas migalhas que eram oferecidas para eles. Um lindo momento, único e com certeza inesquecível!

     

    Logo os passarinhos comeram todas as migalhas e voaram para longe, Clarinha olhou para seu papai e percebeu um lindo brilho em seus olhos, sentia que seu desejo de o impressionar havia dado certo, ele estava muito feliz, feliz demais, e com certeza, aquele era, até o momento, o melhor dia dos pais para ele.

     

    Clarinha não pensou mais em presentes caros, pois o melhor presente ela havia dado ao seu pai naquele dia, a simplicidade de um dia repleto de alegria, amor e magia no parque!

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     



    Avatar





    • Procure um lugar próximo à janela
      desfrute cada uma das paisagens
      que o tempo lhe oferecer,
      com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
      Não se assuste com os abismos,
      nem com as curvas que não lhe
      deixam ver os caminhos que estão por vir.
      Procure curtir a viagem da vida,
      observando cada arbusto, cada riacho,
      beirais de estrada e
      tons mutantes de paisagem.
      Preste atenção em cada ponto de parada,
      e fique atento ao apito da partida.
      E quando decidir descer na estação
      onde a esperança lhe acenou,
      não hesite.
      Desembarque nela os seus sonhos.
      De aquele abraço apertado nesse Dia Dos Pais ,
      Que espera você na última estação .
      Caso seu pai não esteja a sua espera
      muitos pais estão a espera dos filhos.
      De aquele abraço com um largo sorriso
      o importante é saber , que nesse Domingo
      esteja feliz seja como filha , filho
      ou pai.
      Um abraço e um beijo carinhoso.
      Que seja eterna nossa amizade.
      Caso gostar na postagem
      deixei um mimo para você.
      No Domingo Realizarei o sorteio do livro.
      A venda também na Rede Ponto Frio.
      Para presentear seu Pai.
      Me prometa ser Feliz .
      Evanir S Garcia.

      RESPOSTA





    • Oi Pedrinho, Pode falar para a vovó que ela pode sim levar meu continho para seu bloguinho, ficaria muito feliz em vê-lo lá. Qualquer coisa é só me enviar um e-mail que o envio para vocês! Um beijo e muito obrigada pelo carinho!!

      RESPOSTA





    • Meu pai adora um carinho ele fica feliz!
      Minéia, minha vovó perguntou se pode colocar um texto seu no meu bloguinho?
      O texto sobre o pai,"O que realmente importa."
      Obrigado pelo comentário carinhoso no meu bloguinho!
      Beijinhos
      Pedro

      RESPOSTA





    • Papais querem a companhia e carinhos dos filhos por perto.Esse é um grande presente. LINDA!! Parabéns aos papais que aqui passarem! beijos,chica

      RESPOSTA









    31
    JUL

      Autor da ilustração AQUI! (http://www.waldomironeto.blogspot.com.br/)   A Incrível Férias do Cãozinho Bilu!   Cansado de ficar sempre no mesmo lugar, o cãozinho resolveu, de uma hora para a outra, tirar umas férias.   - Estou cansado de fazer as mesmas coisas todos os dias, cheguei à conclusão que pre ...

     
    Autor da ilustração AQUI! (http://www.waldomironeto.blogspot.com.br/)

     

    A Incrível Férias do Cãozinho Bilu!

     

    Cansado de ficar sempre no mesmo lugar, o cãozinho resolveu, de uma hora para a outra, tirar umas férias.

     

    - Estou cansado de fazer as mesmas coisas todos os dias, cheguei à conclusão que preciso de férias urgentemente.

     

    Pegou o primeiro avião e partiu para um lindo lugar chamado Paraíso Azul. O lugar era lindo, belas praias, céu azul, água de coco bem geladinha... Realmente merecia o nome que lhe foi dado.

     

    Bilu correu pela praia, tomou um delicioso e inesquecível banho, deitou na areia, apreciou o céu azul, bebeu muita água de coco e observou os outros animais que estavam de férias por lá também.

     

    Viu uma girafa de biquíni, um elefante tomando sol, uma zebra e um hipopótamo jogando bola na areia próximos ao mar. Bilu estava fascinado, que férias incríveis ele estava vivendo!

     

    Próximo a ele havia um suricato, Bilú o chamou para brincar de ping pong, os dois se divertiram até cansar. O dia já estava indo, mas a noite prometia, logo mais haveria um lindo lual com o leão no violão e a coruja cantando as canções.

     

    Os dias passaram e suas férias já estavam terminando, Bilu não queria sair de lá nunca mais, porém, aos poucos os outros animais começaram a retornar as suas casas. Como não queria ficar lá sozinho, resolveu voltar também. Ficou feliz ao chegar em casa, pois percebeu que não existe lugar melhor do que nosso lar, mas de uma coisa ele tinha certeza, nas próximas férias voltaria ao Paraíso Azul e dançaria novamente numa noite de lual com a linda cadela Marry.

     

    Férias assim, todos sonham em ir!

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     




    Avatar












  • 26
    JUL

    ( não encontrada) Joana acordou animada demais no dia 26 de julho, ela sabia que este dia era dedicado a todas as vovós e ela amava demais suas avós, cada uma tinha um jeitinho muito especial de lhe tratar e ela amava isso. Queria fazer algo especial para suas especiais avós neste dia. Então teve a feliz ideia de presentear suas avós com algo que elas f ...

    (Fonte da imagem não encontrada)
     
     
    Joana acordou animada demais no dia 26 de julho, ela sabia que este dia era dedicado a todas as vovós e ela amava demais suas avós, cada uma tinha um jeitinho muito especial de lhe tratar e ela amava isso. Queria fazer algo especial para suas especiais avós neste dia.
     
    Então teve a feliz ideia de presentear suas avós com algo que elas faziam muito bem, bolo! Joana amava os bolinhos das vovós, a vovó Josefa fazia um delicioso bolo de cenoura e a vovó Geralda capricha sempre nos bolos de chocolate, bolos totalmente diferentes, mas incrivelmente gostosos. Então ela resolveu fazer um bolo para presentear suas avós, iria preparar um bolo diferente do que elas faziam e resolveu inventar um bolo de morango. Seria sua primeira vez na cozinha, sua primeira vez cozinhando, mas tinha certeza de que daria certo, pois iria pensar a todo o momento na alegria que suas avós sentiriam ao receber tão delicioso presente, que não iria errar nada!
     
    Sua mãe a auxiliou em alguns momentos fazendo as coisas que ela ainda não poderia fazer como acender o fogo, ligar os eletrodomésticos nas tomadas, porém todo o resto ficou por conta apenas de Joana. Mediu corretamente as quantidades de cada ingrediente para o bolo, o colocou na bacia e mexeu tudo muito bem. Após todos os ingredientes muito bem misturados colocou a massa do bolo na fôrma e os levou ao forno com a ajuda da mamãe e alguns minutos depois já se sentia o cheirinho de bolo assando pela casa e assim que eles ficaram prontos, enquanto esfriava, ela tomou um delicioso banho, colocou sua melhor roupa, o perfume mais cheiroso e foi à casa de cada vovó entregar a elas seu presentinho feito com muito amor.
     
    Por fim, o bolo de morango de Joana foi um sucesso grande, ficou muito bom e as vovós amaram receber tão delicioso presente. Porém a alegria maior delas foi saber que sua linda netinha dedicou um minutinho do seu tempo para fazê-las felizes e isso não tem preço, pois o melhor presente que uma vovó pode receber é o carinho, atenção e amor de seus netinhos.
     
    E vocês crianças, deram muito beijinhos nas suas avós hoje? Se por acaso não tiveram tempo não tem problema, pois todos os dias é dia de encher novas queridas avós de muitos, muitos beijinhos, amor e carinho!
     

    Autora: Minéia Pacheco



    Avatar





    • Poxa minéia suas histórias são. Demais ... Bjs

      RESPOSTA





    • Eu amei sue texto da vovó..........

      RESPOSTA





    • Acredite no Tempo, na Amizade, na Sabedoria,
      e principalmente no Amor.
      Aí com certeza um dia eu, a Felicidade,
      baterei em sua porta.
      Tenha Tempo para os seus sonhos,
      eles conduzem sua carruagem para as estrelas.
      Me prometa ser Feliz.
      Tenha FÈ em DEUS.
      Tenha Fé na vida.
      E não esqueça, SORRIA sempre.
      O sei sorriso pode alegrar
      a vida dos que te cercam.
      Um beijo terno e carinhoso.
      Fica com Deus ,Evanir.

      RESPOSTA





    • Tudo o que não me mata me fortalece.
      Eu sou as coisas que descobri,
      as lições que aprendi, os amigos que encontrei.
      Eu sou os pedaços . Eu sou a infância que tive,
      sou a fé que carrego, comigo.
      Você aprende a gostar de você,
      a cuidar de você e, principalmente,
      a gostar de quem também gosta de você.
      A vida me ensinou ,
      que amar vale em qualquer circunstancia,
      em todos minutos da nossa existência.
      Quando a tristeza invadir sua alma
      haverá sempre alguém ,
      que um Dia você plantou sementes de bondade
      essas irão a seu socorro dizendo:
      Hoje venho trazer rosas , que você plantou
      com carinho .
      Agora sou eu , que acarinho sua alma chorosa.
      Deus abençoe sua semana.
      Espero você com muito carinho no meu blog.
      Beijos no coração carinhos na sua alma.
      Evanir.

      RESPOSTA





    • Olá Pedrinho,

      Muito obrigada pela lembrança!
      Um beijos!!

      RESPOSTA





    • Olá,querida Mineia
      Sabe, quem me dera ter as minhas avós aqui comigo!!!
      Me lembrei da Chapeuzinho Vermelho no dia de hoje....
      Bjm ainda festivo de paz e bem

      RESPOSTA





    • Adorei Minéia!
      Que forma singela e carinhosa de se lembrar da vovó.
      Parabéns atrasado mas com muito carinho pelo dia do escritor.
      Sou sua fã!
      abração com carinho

      RESPOSTA





    • Minéia,que lindo texto das vovós!
      Parabéns pelo o dia do escritor atrasado, mas com muito carinho!
      Beijinhos
      Pedro

      RESPOSTA





    • Que amor de historinha e de surpresa! Um beijo,tudo de bom,chica

      RESPOSTA





    • Oi Anne,

      Você é uma amiga muito querida e também uma escritora maravilhosa!
      Beijos!!!

      RESPOSTA





    • Ai Mineia!Que amor de conto infantil!Apesar do meu atraso,parabéns pelo dia do escritor,querida escritora maravilhosa!bjs,

      RESPOSTA









    29
    MAR

      - Nossa, nem acredito que a Páscoa enfim está chegando! - Falou Carlinhos.   - Também estou louquinho que chegue logo! - Falou Débora.   Eram cinco amigos que moravam na mesma rua, todos os dias se encontravam na praça próxima a casa deles para brincar, conversar e se divertir muito juntos. Tinham a mesma idade, mas não o mesmo pens ...



     
    - Nossa, nem acredito que a Páscoa enfim está chegando! - Falou Carlinhos.
     
    - Também estou louquinho que chegue logo! - Falou Débora.
     
    Eram cinco amigos que moravam na mesma rua, todos os dias se encontravam na praça próxima a casa deles para brincar, conversar e se divertir muito juntos. Tinham a mesma idade, mas não o mesmo pensamento. Dentre todos Aninha se destacava, pois ela sempre pensava diferente dos outros, não concordava com muitas coisas que ouvia seus amigos falar. E ao ouvir Carlinhos e Débora falando sobre a chegada da Páscoa ela perguntou:
     
    - Por que vocês estão tão animados com a chegada da Páscoa?
     
    - Lá vem você novamente Aninha! - Falou Joaquim.
     
    - Só fiz uma pergunta! - Ela falou.
     
    - É claro que estamos felizes por conta dos deliciosos ovos de Páscoa que já ganhamos e que iremos ganhar ainda. - Falou Ricardo.
     
    - Ganhei um enorme este ano dos meus pais... Humm, não vejo a hora de abri-lo. - Falou Débora.
     
    - Este ano ganhei ovos da Páscoa de vários tios, dos meus avós, nem tenho onde colocar mais ovos, a casa está lotada! - Falou Carlinhos.
     
    - Imaginei que vocês estavam animados com a Páscoa só por conta dos ovos de chocolate. Quanto consumismo em uma data dedicada para rezarmos e pensarmos em nossos defeitos, nossas falhas e tentar sermos melhores e ajudar nosso próximo, pois é isso que agrada a Deus. Não essa ganância por ovos de chocolate!
     
    - Por acaso você não ganhou nenhum ovinho de Páscoa Aninha? - Perguntou Débora.
     
    - Ganhei sim!
     
    - Ahhh, e está nos criticando por quê? - Perguntou Ricardo.
     
    - Ganhei ovos da Páscoa sim, mas não é sobre isso que quero falar. Não há problemas em ganhar ovos da páscoa ou comê-los. Mas infelizmente muitas crianças, como vocês, ficam felizes com a chegada da Páscoa só para ganhar e comer ovos de chocolate.  A Páscoa é muito mais que isso, ela nos faz relembrar a morte e ressurreição de Jesus Cristo.
     
    - Mas nós sabemos disso! - Falou Joaquim.
     
    - Sabem? Mas agem como se não soubessem!
     
    - O que devemos fazer então? - Perguntou Débora.
     
    - Devemos falar menos de chocolates e mais de Jesus. Devemos pensar menos em nós e mais no próximo. Ganhei muito ovos de Páscoa esse ano assim como vocês, mas escolhi um para mim e darei os outros para quem não ganhará nenhum. Aqui mesmo nesta praça sei de várias crianças que nem sonham em ganhar algum ovo da páscoa.
     
    - Realmente, você está certa e irei fazer isso também! - Falou Joaquim.
     
    - Eu também farei, perto da minha casa tem uma senhora que mora sozinha há um bom tempo, irei lá presenteá-la com um dos ovos de chocolate que ganhei, acredito que ela ficará feliz. - Falou Carlinhos.
     
    - Quando vou à missa com meus pais sempre encontro um garotinho lá, ele é de uma família muito humilde, darei um ovo de chocolate para ele, com certeza a sua Páscoa será mais feliz e doce. - Falou Ricardo.
     
    - Obrigada por abrir nossos olhos, nossos corações e nos fazer perceber que a Páscoa não é só chocolates, é se redescobrir e fazer o bem para nosso próximo. - Falou Débora.
     
    - Fico feliz em ver que tenham aprendido meus amigos, e que essas nossas atitudes não sejam apenas em datas comemorativas, que elas durem para sempre, porque fazer o bem para o nosso próximo, para aqueles que realmente precisam de nós é a forma mais fácil de sermos felizes também.
     
    E aquela turminha aprendeu que a Páscoa, muito antes de ovos de chocolates é a passagem da morte e ressurreição de Jesus Cristo, e que Ele passou por tudo isso para nosso bem, pensando em nós! E nada mais justo do que fazer a mesma coisa pelo próximo, amando-o como Jesus nos amou e ama muito!
     
     
    Uma maravilhosa e abençoada Páscoa para você!
     
     
    Autora Minéia Pacheco



    Avatar









    04
    DEZ

          Junior e Carol estavam eufóricos, pois enfim iriam montar a árvore de natal da família. Eles amavam essa época do ano, amavam enfeitar a árvore e vê-la piscar com suas lindas luzes brilhantes, ficavam encantados!   - Natal é uma época tão mágica não é Junior?   - É sim Carol, si ...

     
     
     
    Junior e Carol estavam eufóricos, pois enfim iriam montar a árvore de natal da família. Eles amavam essa época do ano, amavam enfeitar a árvore e vê-la piscar com suas lindas luzes brilhantes, ficavam encantados!
     
    - Natal é uma época tão mágica não é Junior?
     
    - É sim Carol, sinto as pessoas bem mais felizes!
     
    - Muitos dizem que Natal também é tempo de pensar no próximo, de ajudar quem mais precisa.
     
    - Verdade Carol e tive uma ideia. Vamos fazer algo diferente neste Natal?
     
    - Claro, mas... O quê?
     
    - Vamos juntar nossas economias e comprar presentes e doar ao orfanato que fica aqui na nossa rua.
     
    - Que ideia genial, vamos fazer isso logo depois que terminarmos de montar a árvore.
     
    Carol e Junior terminaram de montar a árvore de Natal, pegaram suas economias, correram para o magazine mais próximo da cada deles e compraram alguns presentinhos, não muitos, mas o suficiente para fazerem algumas crianças mais felizes.
     
    Voltaram para casa e colocaram os presentes em baixo da árvore de Natal, pois só entregariam na noite natalina, mas a ansiedade já estava enorme:
     
    - Será que as crianças vão gostar Carol?
     
    - Claro que sim Junior, elas irão amar!
     
    Quando a mãe deles chegou em casa, viu a árvore montada e repleta de presentinhos e perguntou:
     
    - De onde saíram esses presentes?
     
    - Compramos mamãe. – Falou Carol.
     
    - Vamos dar as crianças que moram no orfanato aqui perto de casa. – Falou Junior.
     
    - Pegamos nossas economias e fomos no magazine aqui perto. – Falou Carol.
     
    - Porque no Natal devemos pensar naqueles que mais precisam. – Falou Júnior.
     
    A mãe nada falou, estava emocionada demais, pois seus filhos, tão pequeninos, já entendiam o verdadeiro significado do Natal, como não amá-los mais ainda?!
     
    Baixou-se, abriu os braços, os chamou para um forte abraço e falou:
     
    - O verdadeiro sentido do Natal é esse, fazer o bem ao próximo, fazer o bem para quem mais precisa. Obrigada por serem esses filhos tão maravilhosos, amo vocês!
     
    Júnior e Carol estavam felizes, sentiam a alegria dentro do coração, sentiam a verdadeira magia do Natal, pois é bem mais feliz quem dá, do que quem recebe!
     
     
     
    Autora Minéia Pacheco



    Avatar












  • 04
    SET

        As abelhas que viviam no jardim Florença estavam muito agitadas com a chegada da primavera, pois nesse jardim as flores nasciam sem cor e era tarefa das abelhas colorir todas elas. As pequenas abelhinhas amavam esse trabalho, pois as flores alegravam seus dias, elas amavam poder ver as lindas flores ganhando cores; porém, quando a primavera se aproxima elas ficam mu ...


     
     
    As abelhas que viviam no jardim Florença estavam muito agitadas com a chegada da primavera, pois nesse jardim as flores nasciam sem cor e era tarefa das abelhas colorir todas elas. As pequenas abelhinhas amavam esse trabalho, pois as flores alegravam seus dias, elas amavam poder ver as lindas flores ganhando cores; porém, quando a primavera se aproxima elas ficam muito atarefadas, pois tem muitas flores para colorir.
     
    A abelha rainha, já não conseguia dormir há dias, preocupada e trabalhando muito. Essa primavera estava diferente, pois o jardim havia aumentado e as flores tinham se multiplicado, ela e suas operárias não dariam conta de tantas flores, e pela primeira vez, depois de muitos anos, a primavera chegaria e a metade do jardim estaria com flores sem cores.
     
    - E agora? o que será do nosso jardim com flores sem cores? – Falou a abelha rainha. Não receberemos tantas visitas como nos anos anteriores, quem quer ver um jardim sem cor?
     
    As demais abelhas também estavam tristes, a tristeza foi tão grande, que a notícia chegou ao jardim que ficava do outro lado da cidade. As abelhinhas do jardim Paraíso resolveram ver o que ocorria no jardim Florença.
     
    - Por que tanta tristeza vizinhas? – Falou a abelha rainha do jardim Paraíso.
     
    - A primavera está chegando e não vamos conseguir pintar todas as flores. Nosso jardim ficará sem cor!
     
    - Não fiquem tristes, a primavera é tempo de alegria, vamos ajudá-las a tornar esse jardim o mais lindo, o mais visitado da história da primavera.
     
    E como um toque de mágica, em questão de minutos, o jardim Florença ganhou cor, ganhou vida, ganhou alegria!
     
    - Obrigada, não sabemos o que seria de nós sem vocês!
     
    - Não precisam agradecer, vizinhas são para se ajudar quando precisarem. Tenham uma primavera bem colorida!
     
    - Agora nós teremos!
     
    E com muita alegria, união, cor e felicidade as abelhas do jardim Florença e do jardim Paraíso receberam mais uma Primavera. E perceberam que além de lindas flores, a primavera também pode trazer lindas lições de solidariedade!
     
     
     

    Autora Minéia Pacheco
     
     



    Avatar









    23
    AGO

        Os personagens folclóricos estavam reunidos em uma cabana no meio da floresta, estavam conversando sobre qual deles era o mais querido pelas crianças.   Começou o curupira:   Imagem DAQUI - Sou o projetor das árvores e dos animais. As crianças me amam, pois projeto a natureza e preparo armadilhas deixando como rastro meus pés ao c ...


     
     
    Os personagens folclóricos estavam reunidos em uma cabana no meio da floresta, estavam conversando sobre qual deles era o mais querido pelas crianças.
     
    Começou o curupira:

     
    Imagem DAQUI

    - Sou o projetor das árvores e dos animais. As crianças me amam, pois projeto a natureza e preparo armadilhas deixando como rastro meus pés ao contrário, que enganam os caçadores fazendo com que eles se percam. Meu cabelo cor de fogo mexe com a imaginação delas. É claro que elas me amam mais!
     
    O saci não gostou nada disso e foi logo falando:
     
     
    Imagem DAQUI

    - Espere aí meu amigo curupira, é claro que o queridinho das crianças sou eu, o saci! Qual criança não gosta de ouvir minhas travessuras? Todas amam! Elas ficam muito felizes ao ouvirem que dou nó na crina dos cavalos, que azedo leite, estrago ovos das galinhas chocas, escondo as coisas dos outros, essas minhas travessuras deixam elas doidinhas de alegria e elas amam imitar meus pulos com uma perna só! É claro que elas me amam bem mais!
     
    Foi então que a mula-sem-cabeça começou a falar:
     
     
    Imagem DAQUI

    - Pode ser que algumas crianças tenham medo de mim, pois solto fogo pela cabeça. Mas se algumas delas forem corajosas o suficiente para tirarem meu freio de ferro, voltarei a ser a mesma mulher de antes. É que por ter me apaixonado por um padre, virei uma mula-sem-cabeça, esse ser horrível! Muitas crianças têm bom coração e pena da minha triste sina, e muita delas me amam mais do que a todos vocês!
     
    Então o boto rosa logo apareceu:
     
     
     
     Imagem DAQUI
     

    - Meus caros amigos, para quê tanta discussão? Vocês não sabem que eu, o boto rosa, sou a lenda folclórica que as crianças mais amam. Minha lenda fala de amor e de paixão, quem não gosta de ouvir algo assim? A lenda de vocês é muito assustadora e as crianças têm muito medo, mas a minha não. Sou um lindo boto que vivo num rio e me transformo sobre a luz do luar em um belo rapaz, perfumado, sedutor e com trajes brancos impecáveis. Sou um excelente dançarino, depois de muito dançar com várias moças desapareço e volto para as águas do rio e nunca mais volto a aparecer no mesmo local. Sem dúvida, elas me amam mais!
     
    Antes que os demais seres folclóricos começassem a falar, de longe eles ouviram algumas crianças conversando:
     
    - Sabe Luiz, essa semana do folclore na escola esta muito bacana, pois estou conhecendo várias lendas e amando todas, não sei qual é a mais legal.
     
    - Pois é Ricardo, esses seres folclóricos realmente são demais, cada lenda mais legal do que a outra.
     
    Depois de ouvirem isso, os seres folclóricos ficaram envergonhados, estavam discutindo em vão, pois no coração das crianças havia espaço para todos, eles eram muito queridos por elas.
     
    Então, com muita alegria eles se olharam e com muita força falaram:
     
    - VIVA O FOLCLORE BRASILEIRO!
     
     
    Autora Minéia Pacheco




    Avatar









    10
    AGO

    Imagem Daqui! Sei que muitos vão falar que o seu pai é que é especial, mas deixa eu te contar algumas coisas que o meu papai faz por mim... Quando estou dormindo e acordo com medo, chamo por meu papai e ele prontamente vai me atender, à s vezes ele me leva para sua cama, outras vezes leva seu travesseiro e lençol para ir dormir comigo, juntinho de mim na minh ...


    Imagem Daqui!
     
     
     
    Sei que muitos vão falar que o seu pai é que é especial, mas deixa eu te contar algumas coisas que o meu papai faz por mim...
     
    Quando estou dormindo e acordo com medo, chamo por meu papai e ele prontamente vai me atender, à s vezes ele me leva para sua cama, outras vezes leva seu travesseiro e lençol para ir dormir comigo, juntinho de mim na minha cama até eu adormecer novamente. Seu papai faz isso?
     
    Todas as noites antes de dormir ele me ensina alguma coisa, se hoje sei as letrinhas do alfabeto, se hoje sei contar direitinho, foi tudo mérito do meu papai que me ensina todas as noites, mesmo depois de um dia cansativo de trabalho. Seu papai faz isso?
     
    Ele brinca muito, muito mesmo comigo. Brincamos de carrinho, de bola, de pega-pega, de esconde-esconde, e nessas horas ele é tão criança quanto eu. E como ele sabe que eu não gosto de perder, sempre dá um jeitinho, um jeitinho todo especial seu de me fazer ganhar algumas vezes, não é legal meu papai?
     
    Ele faz de tudo para me ver feliz, trabalha muito para poder me dá uma vida confortável, bons estudos e alguns mimos.  Meu papai também briga comigo quando eu mereço, ele não é perfeito, mas fico feliz com essa imperfeição dele, pois também preciso de uns carões de vez em quando. 
     
    Meu papai é muito importante para mim, eu o amo muito, amo de verdade e todos os dias falo isso para ele. E agradeço sempre a Deus por ter me dado um papai tão especial assim. Ele é meu grande amigo, alguém que sempre poderei contar.
     
    E seu papai é assim também? Se for, fico feliz por você, pois encontrar pai tão especial assim não é nada fácil não!
     
    E que no dia dedicado a eles, que possamos retribuir todo esse carinho, todo esse amor enchendo-os com muitos, muitos beijinhos!
     
     
     
    Autora Minéia Pacheco



    Avatar





    • Oie, depois que a Sara chegou ficou mais corrida a vida...enfim, Minéiaa Ana Letícia e a Sara, tem o segundo melhor pai do mundo - já que o Bruninho tem o primeito - rsrsrsr e ele faz exatamente essas coisas tbm. Temos que agradecer por esses presentes em nossas vidas tds os dias!!
      bjs

      RESPOSTA





    • OI Minéia, lindo demais como sempre. Sou muito sua fã e aguardo ansiosa pelo segundo livro.
      Todos os pais são especiais para os seus filhos, né? Ou quase todos.
      beijos
      Chris
      http://inventandocomamamae.blogspot.com/

      RESPOSTA





    • lindo moça!

      quisera que todos os meus "pequenos" tivessem um pai assim, e que todos os "pequenos" do mundo tivessem um pai presente sempre!... lindo e emocionante seu texto...

      beijosssss e linda semana pra ti.

      Su.

      RESPOSTA





    • Linda e emocionante homenagem, devemos assim como o Bruninho olhar o bem que o outro nos faz. Como sempre vc está de parabéns.

      RESPOSTA





    • Que amor isso!!! Parabéns ao papai do Bruninho e a todos que aqui passarem!! beijos,chica

      RESPOSTA





    • Mineia,que bonita homenagem do Bruninho para seu pai!Sempre me emocionam esses textos!bjs e feliz dia dos pais pra vcs tb!

      RESPOSTA





    • Oi Minéia!
      Que gostosa estória!
      todos teus contos tem uma característica especial: passar sempre um boa e reflexiva mensagem.
      Amei!
      um feliz dia dos pais para ti.
      abração com carinho

      RESPOSTA





    • Olá Minéia, todas as crianças deveriam ter um pai especial como o Bruninho!
      Amara
      O meu pai é especial!!
      Beijos
      Pedro

      RESPOSTA












  • 26
    JUL

    Dona Salete era uma vovozinha maravilhosa e todos a amavam muito. Brincava com os netinhos, contava várias histórias para eles e fazia deliciosos bolinhos de cenoura. Todos gostavam demais! - Vovó faz bolinho de cenoura e nos conta mais uma história? – Falou Zezé. - Claro que sim Zezé. Vou fazer agora mesmo! Vovó Salete não ...



    Dona Salete era uma vovozinha maravilhosa e todos a amavam muito. Brincava com os netinhos, contava várias histórias para eles e fazia deliciosos bolinhos de cenoura. Todos gostavam demais!


    - Vovó faz bolinho de cenoura e nos conta mais uma história? – Falou Zezé.


    - Claro que sim Zezé. Vou fazer agora mesmo!


    Vovó Salete não conseguia falar NÃO aos seus netinhos, tudo que eles pediam ela fazia, poderia estar cansada, doente, mas nunca dizia NÃO para eles.


    Enquanto ela foi à cozinha, Laura, uma de suas netinhas, chamou os demais irmãos e falou:


    - Vocês sabem que hoje é o dia da vovó?


    - Não. – Todos responderam.


    - Já imaginava que vocês não tivessem lembrado, por isso passei em uma floricultura e comprei algumas flores para podermos presentear a vovó, ela ficará muito feliz!


    - Que ideia genial Laura, com certeza a vovó ficará muito feliz e ela merece MUITO essa nossa demonstração de carinho. – Falou René.


    - Também quero participar dessa festa posso? – Falou o papai.


    - E eu também! – Falou a mamãe. Afinal além de ótima avó ela é uma excelente mãe!


    Enquanto a vovó Salete terminava de fazer o bolo, todos se organizaram para homenageá-la. Quando enfim o bolo saiu do forno e ela foi a sala chamar Zezé para comer o bolo, ficou surpresa ao ver todos seus netinhos, seu genro e filha reunidos na sala, cada um segurando uma flor e falando ao mesmo tempo:


    - Um feliz dia da vovó a nossa querida vovó Salete!


    Seus olhos encheram-se de lágrimas, correu e abraçou cada um. Estava feliz... Muito feliz!


    - Minha maior alegria é ter vocês sempre por perto, muito obrigada!

     

    E você criança, já deu um super abraço e um maravilhoso beijo na sua vovó hoje?

     

    26 DE JULHO... DIA DA VOVÓ!

     

    Autora Minéia Pacheco

     




    Avatar