• 21
    DEZ

    À PROCURA DE UMA NOITE DE NATAL ESPECIAL!




    A procura de uma noite de Natal especial!

    Ao andar pelas ruas, Felipe observava a movimentação das pessoas, o corre-corre delas, os enfeites natalinos nas lojas, tudo indicava a chegada de mais um natal!

    Ele andava muito triste, pois aquele Natal seria muito diferente dos demais. Seus pais estavam desempregados, sem dinheiro, sem comida e a qualquer momento poderiam perder a casa onde moravam.

    O natal era a data que Felipe mais gostava, e naquele ano tudo seria diferente!
    Não teria mais aquela bela ceia natalina feita com tanto carinho pela mãe, não teria mais uma linda árvore de Natal iluminando a sala da casa, não poderiam trocar presentes entre eles, tudo seria diferente e muito triste!

    Felipe tentava encontrar alguma solução para que tudo voltasse a ser como antes, mas como? Como ele poderia ajudar e ter um Natal feliz como sempre teve?

    Andar pelas ruas fazia com que a dor em seu pequeno coração aumentasse mais, ver aquelas pessoas se preparando com tanto entusiasmo para a noite de Natal lhe fazia sofrer muito, por que com ele não poderia ser igual?

    Entrou em uma loja e começou a olhar os enfeites, um dos atendentes foi em sua direção e lhe perguntou:

    - Deseja levar alguma coisa?

    E ele respondeu:

    - Não, só estou olhando! Acho os enfeites natalinos muito bonitos e trazem muita paz em meu coração.

    - Sua casa já está enfeitada para o Natal?

    - Queria muito que já estivesse, mas este ano não teremos comemorações para o Natal.

    - Todo mundo comemora o Natal.

    - Nem todos... Minha família não comemorará!

    - Mas, por quê?

    - Meus pais estão desempregados.

    - Sinto muito!

    - Não sente mais que eu, pois o Natal é a época do ano que mais gosto e esse nem sei onde passarei, pois até nossa casa será tomada daqui a alguns dias.

    - Fico muito triste por você.

    - Será que não poderia ajudar vocês por aqui, faço qualquer coisa! Só assim poderei melhorar um pouco o Natal da minha família.

    - Desculpe garotinho, mas o dono dessa loja não está mais contratando ninguém para trabalhar aqui e além do mais você é uma criança ainda, não pode trabalhar.

    - Tudo bem, só estava querendo encontrar uma forma de ter uma noite de Natal especial.

    Quando o garoto saiu da loja o dono foi conversar com o atendente que falava com Felipe para saber o que ele queria. O rapaz contou toda a história de Felipe, então o dono da loja mandou procurá-lo e trazê-lo para a loja, queria muito falar com ele.

    O rapaz andou, andou muito até que viu Felipe de longe e gritou:

    - Garoto!!!

    Felipe olhou para trás e parou de andar, ao chegar mais perto dele o atendente falou:

    - O dono da loja quer falar com você!

    - Comigo?! O que fiz?

    - Não sei, vamos comigo.

    Chegando à loja o dono veio falar com Felipe.

    - Olá garoto, sou Ricardo, soube da sua história e me sensibilizei muito, pois há muitos anos atrás aconteceu o mesmo comigo. Na época do Natal meus pais ficaram desempregados e tivemos que passar essa bela época do ano nas ruas, sem comida, sem presentes, sofri muito naquela noite, mas naquela mesma noite disse a mim mesmo que nunca mais passaria um Natal nas ruas, e não passei, venci! Não quero que o mesmo aconteça com você e sua família, diga a seus pais que venham aqui em minha loja que darei um bom emprego para eles, e sua noite de Natal será a melhor de todas, pois você e sua família estão convidados para o Natal dos Sonhos que todos os anos faço em minha residência.

    - Não tenho nem palavras para expressar o quanto estou feliz! Parece que estou vivendo em um sonho!

    - Não precisa agradecer garoto, seu sorriso já me mostrou o quanto está sendo maravilhoso te ajudar!

    Então Felipe e sua família tiveram um Natal inesquecível, o melhor de suas vidas, onde lembraram o verdadeiro significado desta data, o nascimento do menino Jesus, comeram uma deliciosa ceia natalina e receberam muitos presentes. Uma noite inesquecível repleta de paz, amor e alegria, como toda noite de Natal deve ser!


    FELIZ NATAL PARA TODOS VOCÊS!

     

    MINÉIA PACHECO






    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.