• 21
    SET

    Primavera, primaverou! Todos os dias depois da escola, Alice, Beatriz e Manuela se reuniam na casa de uma delas para brincarem um pouco mais, mas a casa que elas mais gostavam, era a casa de Alice, pois lá tinha um espaço lindo no quintal para brincarem e se divertirem à vontade, porém, faltava algo para aquele espaço ficar ainda mais perfeito; faltavam lindas f ...

    Primavera, primaverou!

     

    Todos os dias depois da escola, Alice, Beatriz e Manuela se reuniam na casa de uma delas para brincarem um pouco mais, mas a casa que elas mais gostavam, era a casa de Alice, pois lá tinha um espaço lindo no quintal para brincarem e se divertirem à vontade, porém, faltava algo para aquele espaço ficar ainda mais perfeito; faltavam lindas flores para enfeitar o quintal. Elas eram menininhas que amavam o cheiro, a cor e a beleza das flores.

     

    - Ah Alice! gostamos tanto de brincar aqui na sua casa, mas seria muito mais legal se tivessem lindas flores para deixar tudo mais perfeito. – Falou Beatriz.

     

    - Sim, precisamos de flores de todas as cores por aqui. – Falou Manuela.

     

    - Sim, minhas amigas, concordo com vocês. Mas como podemos fazer? – Perguntou Alice.

     

    - Tive uma ideia! - Disse Beatriz. Vamos pegar mudinhas de várias flores que encontrarmos por aí, trazemos, plantamos e juntas vamos construir nosso tão sonhado jardim.

     

    - Que ideia fabulosa Beatriz, vai ficar lindo nosso jardim. – Falou Alice.

     

    - Já estou imaginando nosso lindo jardim; colorido e perfumado, tornando nosso espaço de brincadeiras ainda mais perfeito. – Falou Manuela.

     

    O tempo passou, as meninas fizeram igualzinho como haviam combinado, se viajavam e encontravam alguma florzinha diferente, já pegavam com cuidado uma mudinha para o jardim delas. Foram muitas florzinhas plantadas, cada uma com uma cor, uma forma e um encanto diferente. Mas algo estava incomodando-as, logo após serem plantadas, as flores murchavam, suas pétalas caíam e só restavam as folhas no lugar.

               

    - Será que fizemos algo errado? – Perguntou Beatriz.

     

    - Eu não sei, estou muito triste. – Falou Manuela.

     

    - É assim mesmo meninas, logo nosso jardim nascerá, vamos esperar a primavera chegar! – Falou Alice.

     

    As amigas ficaram felizes e confiantes!

     

    - Quando a primavera chegar tudo ficará lindo! – Falou Manuela.

     

    Os meses passaram, as brincadeiras no quintal da casa da amiga Alice continuaram, e antes de começarem as brincadeiras, cuidavam, regavam e conversavam com cada plantinha.

     

    Até que um dia, assim que acordou, Alice foi ao quintal e gritou:

     

    - Primavera, primaverou!

     

    Ela correu e ligou para as amigas:

     

    - Venham amigas, a primavera enfim primaverou em nosso quintal!

     

    As amigas chegaram rápido, e logo se encantaram com as lindas flores de muitas cores, tipos e perfumes. Elas estavam felizes, e muito satisfeitas com o belíssimo trabalho que juntas realizaram, agora o espaço das brincadeiras estava ainda mais perfeito, com flores enfeitando e colorindo tudo.

     

    Como era um lindo sábado de setembro, elas não precisaram ir à escola, então aproveitaram para passar o dia todinho lá, brincando, admirando as flores e com a certeza de que o trabalho realizado em conjunto se torna algo radiante e sempre dá certo!

     

    Primavera, primaverou no quintal das amigas Alice, Beatriz e Manuela... Tudo colorido ficou!

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar









    22
    JUN

      A noite estava estrelada e a lua brilhava no céu, era noite de São João, a data comemorativa mais esperada por Joaquim, ele amava aquele momento único e feliz.    As brincadeiras ao redor da fogueira, a diversão com os primos, os fogos de artifício, as comidas típicas, as danças cheias de alegria, mas aquela noite de Sã ...

     

    A noite estava estrelada e a lua brilhava no céu, era noite de São João, a data comemorativa mais esperada por Joaquim, ele amava aquele momento único e feliz.

     

     As brincadeiras ao redor da fogueira, a diversão com os primos, os fogos de artifício, as comidas típicas, as danças cheias de alegria, mas aquela noite de São João estava diferente de tudo que ele estava acostumado a ver, a viver!

     

    Naquela noite de São João não haveria encontro com a família, não teria brincadeiras ao redor da fogueira e nem brincadeira com fogos de artifício, estava tudo tão estranho, tão sem cor, tão sem graça.

     

    - Joaquim meu filho, não quero te ver triste assim, é noite de São João, não podemos comemorar como queríamos, mas podemos fazer algo diferente, podemos reinventar nossa noite junina.

     

    A mãe de Joaquim havia enfeitado toda a casa, fez algumas comidas típicas, preparou algumas brincadeiras juninas para que aquela data não passasse totalmente sem ser comemorada.

     

    Mas Joaquim não estava animado com nada, queria a noite junina como ele estava acostumado a comemorar, era muito sem graça comemorar dentro de casa...

     

    - Vem Joaquim, vem comemorar com a gente, está animado demais!

     

    Ao som de música junina eles estavam dançando, brincando e se divertindo naquela noite de São João, naquela que seria a noite mais feliz para Joaquim, mas que estava tão diferente.

     

    Ele os observava de longe, estavam tão felizes!

     

    - Ah! Quer saber?, essa noite de São João não está sendo como eu queria que fosse,  mas é o que temos para hoje, e ao invés de ficar aqui triste, eu vou é comemorar do jeito que dá! – Pensou Joaquim.

     

    Então ele se levantou e foi participar das brincadeiras com sua família!

     

    Deixou de imaginar como queria e como estava acostumado a comemorar, e se deixou contagiar pela forma que naquele ano poderiam viver aquele momento, não era nem de longe como queria, mas era o que tinha e resolveu viver aquele momento com muita alegria, e não é que ele se divertiu de verdade?

     

    Foi tão diferente, tão novo, tão cheio de alegria, que a noite passou tão rápido que ele nem percebeu... Ele entendeu que a verdadeira alegria dos momentos está dentro da gente, que nem sempre as situações vão ser como a gente queria que fosse, e o importante era reinventar, comemorar e ser feliz. Ficar triste para quê?

     

    Então, ele decidiu que nunca mais ficaria triste por algo não ser como ele queria que fosse, decidiu, naquela noite de São João, que nunca ficaria triste com mais nada, que o quê importava de verdade era viver, seja como fosse, cada momento com muita alegria, diversão e amor!

     

    Viva São João!

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar









    07
    JUN

    O recado para o Planeta Terra! Era uma linda noite estrelada, estava na janela do meu quarto admirando as estrelas que brilhavam no céu, mas de repente, uma estrelinha se comportou de forma diferente, ela não piscava igual às demais e estava a cada minuto mais perto de mim, fiquei um pouco assustado, queria logo sair dali, chamar meus pais, mas a curiosidade falou mais alto e ...

    O recado para o Planeta Terra!

     

    Era uma linda noite estrelada, estava na janela do meu quarto admirando as estrelas que brilhavam no céu, mas de repente, uma estrelinha se comportou de forma diferente, ela não piscava igual às demais e estava a cada minuto mais perto de mim, fiquei um pouco assustado, queria logo sair dali, chamar meus pais, mas a curiosidade falou mais alto e esperei, precisava saber o que ia acontecer.

     

    Logo depois, apareceu bem na minha frente, um alienígena em sua nave, fiquei pasmado, não conseguia falar, quis correr, mas o medo havia congelado minhas pernas e não consegui sair do lugar.

     

     

    - Olá terráqueo, vi de longe você observando meu planeta, vim te trazer um recado, sei que vocês não andam vivendo um momento muito feliz na terra, eu e meus amigos observamos vocês há milhares de anos e sabemos como está sendo um momento muito difícil para todos.

     

    O alienígena continuava falando, falando, mas confesso que no início não conseguia ouvir nada, continuava paralisado, sem conseguir correr e falar, estava morrendo de medo!

     

    - Olá terráqueo, você está me ouvindo?

     

    Criei coragem e falei com ele, ainda me tremendo, respondi:

     

    - Bem, é... sim, sim, estou te ouvindo, mas confesso que estou com muito medo. O que você quer de mim?

     

    - Eu vim trazer um recado para o seu planeta.

     

    - Que recado?

     

    - Lá em meu planeta estamos observando como vocês estão sofrendo com esse vírus que invadiu o mundo. Crianças presas dentro de suas casas, escolas fechadas, parques fechados, praias fechadas, nós vemos o sofrimento de vocês.

     

    - Sim, já faz um bom tempo que estamos vivendo dias difíceis.

     

    - Mas, enquanto vocês não aprenderem a amar mais seu próximo, as coisas não vão melhorar nunca. Vocês terráqueos são muito egoístas, só pensam em vocês mesmos.

     

    - Espera aí seu alienígena, nem todo humano é assim...

     

    - Eu sei, eu sei... há alguns seres humanos bons ainda no planeta terra e é por causa deles que seu planeta ainda não foi destruído de vez.

     

    - O quê? destruição do planeta terra? Mas como, por quê? Quando? Vocês querem nos destruir?

     

    - Calma menino, nós, os alienígenas, somos amigos, queremos o melhor para a Terra de vocês, jamais destruiremos seu planeta, os únicos inimigos que vocês têm são vocês mesmos. Desmatamentos, queimadas, violência, ganância, egoísmo... Entre tantos outros comportamentos que causam a destruição de uma espécie. E esse vírus veio para fazer vocês mudarem, para fazer vocês refletirem e melhorar o comportamento enquanto há tempo.

     

    - Esse vírus nos deixou presos em nossas próprias casas.

     

    - Sim, pois só assim a terra pôde respirar um pouco mais aliviada esse tempo. Menos poluição, mais ar limpo e puro.

     

    - Mas é difícil mudar...

     

    - Pode ser difícil, mas não é impossível. O recado de nós, alienígenas, para vocês terráqueos é: CUIDEM DO PLANETA TERRA ENQUANDO HÁ TEMPO! Muitas vezes, coisas ruins acontecem para coisas boas surgirem, que este tempo de isolamento faça com que vocês possam refletir e mudar. O planeta agradece! E nós de lá, estaremos torcendo por vocês aqui!

     

    E tão de repente como ele chegou, ele se foi... deixou seu recado comigo e estou encarregado de espalhar para o mundo. E eu farei minha parte, mas quero saber de você, VOCÊ ESTÁ PRONTO PARA SALVAR NOSSO PLANETA TERRA QUANDO TUDO ISSO PASSAR?

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar





    • Muito bem contada a história,minha bbs amaram. Muita perguntas ela fizeram,amei mineira

      RESPOSTA





    • Ótima história. Muito importante para mostrar pras crianças a importância de se cuidar, cuidar do próximo e do planeta!

      RESPOSTA





    • Olá, Minėia. Eu e minha filha adoramos as suas histórias. Leio pra ela todos os dias. Você é uma excelente escritora. Linda a história de hoje. Parabéns. Queremos mais!

      RESPOSTA












  • 05
    MAI

      Mamãe patinha e seus filhotinhos!   A lagoa estava em festa naquela linda manhã de domingo, pois era o dia da mamãe Patinha. Todos estavam felizes, brincando e aproveitando aquele belo dia de sol. Mas, de repente, algo aconteceu! Um dos patinhos da mamãe Patinha tinha sumido, e agora?   Todos ficaram preocupados, procurando por todos os lados e nada de ...

     

    Mamãe patinha e seus filhotinhos!

     

    A lagoa estava em festa naquela linda manhã de domingo, pois era o dia da mamãe Patinha. Todos estavam felizes, brincando e aproveitando aquele belo dia de sol. Mas, de repente, algo aconteceu! Um dos patinhos da mamãe Patinha tinha sumido, e agora?

     

    Todos ficaram preocupados, procurando por todos os lados e nada de achar, a mamãe Patinha estava bem triste, quase chorando...

     

    - E agora, onde foi parar meu patinho? – Ela se perguntou.

     

    - Não chore mamãe, é seu dia, não fique triste. – Falou um dos patinhos.

     

    - Todos vocês são muito importantes para mim, se falta um, falta um pedaço de mim também.

     

    Mamãe Patinha estava triste e não conseguia mais aproveitar com alegria o dia, o sol não brilhava tanto quanto antes, estava preocupada, onde estava seu patinho?

     

    - Não se preocupe mamãe, vou procurá-lo. – Falou outro patinho.

     

    - Não, de jeito nenhum, ninguém mais sairá de perto de mim. Será que vocês não entendem o quanto são preciosos para mim? Não suportarei perder outro patinho, ninguém sai de perto de mim!

     

    - Mas mamãe...

     

    - Sem mais, nem menos. Tive uma ideia, vamos todos juntinhos atrás do patinho que se perdeu.

     

    - Mas mamãe, é seu dia, a senhora tem que aproveitá-lo aqui na lagoa.

     

    - Deixa eu te contar um segredinho: mamãe nenhuma do mundo, de espécie alguma conseguirá aproveitar qualquer festa se algum de seus filhinhos estiver perdido, sozinho, longe, ou se estiver precisando dela, nenhuma mamãe, e muito menos eu! Vamos sair agora todos juntinhos, achá-lo o quanto antes e voltamos a tempo para aproveitar um pouco mais da lagoa.

     

    - Tá certo mamãe. – Os patinhos concordaram.

     

    E lá foram, todos juntinhos, a procura do patinho perdido, onde ele estaria?

     

    E então, de repente, o patinho perdido chegou na lagoa... Logo depois que a mamãe Patinha e seus irmãos patinhos tinham saído.

     

    - Onde estão todos? – Ele pensou.

     

    - Ei seu patinho treloso, onde estavas? Tua mamãe estava bem preocupada, toda triste e desanimada, foi a tua procura com os demais patinhos. – Falou um vagalume que tudo observava.

     

    O patinho ficou triste e tentou se explicar:

     

    - Fui pegar esse lindo bolo surpresa que pedi para a Dona Gansa fazer para a mamãe, não queria estragar a surpresa e por isso saí sem avisar.

     

    - Ah patinho, e agora? Onde será que foi parar sua mamãe e seus irmãos patinhos? – Perguntou o vagalume.

     

    - Não sei, vou atrás deles...

     

    - Não vá, poderá haver desencontros. O melhor é esperar, te acalma patinho.

     

    E ele esperou, esperou...

     

    - Olha, lá vem eles ali! – Avisou o vagalume.

     

    O patinho quando os viu de longe, correu ao encontro da mamãe, a mamãe quando o viu correu em sua direção e deram um abraço bem forte, a mamãe Patinha chorou e logo perguntou:

     

    - Onde estavas meu patinho? Te procuramos tanto!

     

    - Desculpe mamãe, fui pegar uma surpresa que mandei a Dona Gansa fazer para a Senhora.

     

    O patinho foi pegar o bolo, a mamãe Patinha ficou emocionada com tanto carinho e dedicação.

     

    - Ah meus patinhos, como sou feliz em ter vocês aqui pertinho de mim, a mamãe ama vocês mais do que tudo nessa vida!

     

    - Desculpe mamãe por ter te deixado preocupada neste dia tão especial.

     

    - Tudo bem meu patinho, assim que te vi tudo passou, meu coração se acalmou e tudo voltou ao normal. Agora vamos aproveitar o tempinho que nos resta neste lindo lago, comer esse delicioso bolo e dar muitos beijinhos e abraços. Pois sou muito mais feliz com todos pertinho de mim!

     

    E todos os patinhos se uniram em um círculo ao redor da mamãe Patinha e lhe deram um lindo e emocionante abraço mútuo.

     

    O vagalume que tudo observava, saiu voando feliz.

     

    - Ah, coisa boa é ter mãe! Vou voar ligeiro e ir ao encontro da minha mamãe para lhe dar um abraço bem apertado também, e você, já abraçou a sua mamãe hoje?

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar





    • Muito bom, parabéns pela história. Acesso seu site há anos, desde que minha primeira filha, hoje com 10 anos, era bem pequena. Hoke conto as histórias para as minhas duas filhas. A caçula adora e a mais velha continua encantada. Parabéns.

      RESPOSTA





    • Wow, that's what I was looking for, what a stuff! existing here at this web site, thanks admin of this web page.

      RESPOSTA





    • Conto lindo e delicado. Como tudo o que você escreve. Que nunca lhe falte inspirações. Sou sua fã :)

      RESPOSTA









    19
    JAN

    Pequenas atitudes geram grandes resultados! Estava muito quente naqueles dias, todos reclamavam do enorme calor, ventava pouco, as pessoas estavam ficando cada vez mais mal-humoradas. Ninguém tinha uma solução para o problema, todos só tinha reclamações a fazer... - Ah, não aguento mais tanto calor! – Falava Sr. Geraldo. - Eu também ...

    Pequenas atitudes geram grandes resultados!

     

    Estava muito quente naqueles dias, todos reclamavam do enorme calor, ventava pouco, as pessoas estavam ficando cada vez mais mal-humoradas.

     

    Ninguém tinha uma solução para o problema, todos só tinha reclamações a fazer...

     

    - Ah, não aguento mais tanto calor! – Falava Sr. Geraldo.

     

    - Eu também já não aguento este tempo quente e sem nenhum ventinho para nos refrescar. – Falava dona Maria.

     

    Júlia e Bianca já não aguentavam mais tantas reclamações.

     

    - O que vocês acham de ao invés de ficarmos só reclamando, fazermos algo para melhorar o clima do nosso planeta? – Falou Júlia, bem alto, para todos ouvirem.

     

    - Isso mesmo Júlia, vamos parar de reclamar e agir! – Falou Bianca.

     

    - Hahaha! – Sorriu Sr. Geraldo. Vocês pensam que é fácil assim? – Ele perguntou.

     

    - Pois é, vocês são crianças, não sabem o que estão falando! – Disse Dona Maria.

     

    Júlia e Bianca não gostaram nada do que o Sr. Geraldo e a Dona Maria falaram, elas sabiam que poderiam fazer algo, sabiam que poderiam de alguma forma melhorar o ambiente onde viviam...

     

     

    - Sabe Júlia, não vejo muitas árvores em nosso bairro, poderíamos plantar algumas mudas, claro que vai demorar um pouco para crescer e o resultado não será imediato, mas se não fizermos nada agora, pensando na demora do resultado do nosso esforço, a mudança que tanto queremos nunca virá! – Falou Bianca.

     

    -  Que ideia fantástica Júlia, vamos fazer agora mesmo a nossa parte para melhorar nosso planeta.

     

    E lá foram elas..., conseguiram em um jardim botânico mudas de algumas árvores, foram a alguns pontos da cidade e plantaram uma a uma, cada plantinha que receberam.

     

    Quando terminaram, sentiram-se satisfeitas com o resultado.

     

    Sr. Geraldo e Dona Maria olhavam-nas de longe...

     

    - Mas que meninas bobas, essas árvores irão demorar muito para crescer! – Falou Dona Maria.

     

    - Com certeza, demorarão e muito! – Falou Sr. Geraldo.

     

    Júlia e Bianca não se importaram com o que eles falaram.

     

    Outras crianças do bairro viram a atitude delas e resolveram também plantar algumas árvores pela cidade. Júlia e Bianca olhavam tudo muito felizes e satisfeitas!

     

    O tempo passou, as árvores cresceram, ficaram gigantes. Júlia e Bianca já não eram mais tão menininhas assim, mas elas estavam lá aproveitando e curtinho ao máximo a sombra e o vento fresco que as árvores lhes proporcionaram nos dias de sol e calor intenso. Se elas nunca tivessem tomado atitude, estariam até hoje sofrendo com o imenso calor.

     

    Sr. Geraldo e Dona Maria também estavam aproveitando a sombra e o ventinho gostoso que vinham das árvores.

     

    - Ei meninas, venham aqui! – Falou Sr. Geraldo.

     

    - Sabem, devemos confessar, se vocês tivessem nos escutado, não teríamos essa sombrinha agora. Vocês nos ensinaram uma grande lição naquele dia: pequenas atitudes, muita paciência e dedicação, podem nos levar a maravilhosos resultados. – Falou Sr. Geraldo.

     

    Elas estavam felizes, pois haviam contribuído na criação de um ambiente mais verde e ventilado. E agora, a cidade delas era uma das mais arborizadas do mundo, pois as árvores que elas e os amigos plantaram cresceram tão perfeitamente e lindamente pela cidade que a tornou uma das cidades mais verdes do planeta!

     

    E assim todos aprenderam que pequenas atitudes geram grandes resultados!  

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar





    • I loved this post! I rеa your blog fairtly often and you are аlways coming out with sоme great stuff. I ԝill shares this on my facebook, instagram and some of my loyalty followers. Great jobs! Keep work it with it.

      RESPOSTA





    • Thanks designed for sharing such a pleasant idea, piece of writing is good, thats why i have read it entirely

      RESPOSTA





    • If you are going for best contents like I do, only visit this website daily since it provides quality contents, thanks

      RESPOSTA









    25
    SET

    Vai passar! Carlinhos andava triste, desanimado, sem vontade de brincar e sem conversar com os amigos, todos estavam achando muito estranho esse comportamento do amigo, já que ele sempre foi muito animado e conversador. - Oi Carlinhos, o que anda acontecendo com você? estamos te achando tão triste ultimamente. – Perguntou July, sua amiga de sala. Mas Carlinhos nã ...

    Vai passar!

     

    Carlinhos andava triste, desanimado, sem vontade de brincar e sem conversar com os amigos, todos estavam achando muito estranho esse comportamento do amigo, já que ele sempre foi muito animado e conversador.

     

    - Oi Carlinhos, o que anda acontecendo com você? estamos te achando tão triste ultimamente. – Perguntou July, sua amiga de sala.

     

    Mas Carlinhos não queria conversar, continuou triste e não falou com ninguém.

     

    - Gente, precisamos fazer alguma coisa para ajudar nosso amigo Carlinhos, não estou gostando nada nada desse jeitinho triste dele. – Falou July.

     

    - Concordo com você July, falou Renan, ele sempre foi tão alegre e brincalhão, e de repente ficou triste assim... tem algo estranho acontecendo.

     

    - Isso amigos, vamos juntos ajudar nosso amigo. – Falou Gaby.

     

    Naquele mesmo dia, os amigos se reuniram na casa de Gaby para tentar alguma solução, e assim, tirá-lo de toda aquela tristeza que não combinava nada com ele.

     

    - Poderíamos fazer um show de piadas na sala de aula, cada um contaria uma, agora tem que ser muito engraçada, tenho certeza que Carlinhos irá rir muito. – Sugeriu Renan.

     

    Todos concordaram.

     

    No dia seguinte, falaram com a professora o que pretendiam fazer, a professora achou uma ótima ideia, ficou até emocionada ao ver os amigos tentando ajudar Carlinhos.

     

    Iniciaram o show de piadas na sala de aula, cada piada mais engraçada que a outra, os alunos e até a professora riram tanto, mas Carlinhos não achava graça em nada. Os amigos ficaram triste, não conseguiram fazer o amigo rir.

     

    A professora os chamou e disse:

     

    - Não fiquem tristes crianças, vocês tiveram uma atitude muito linda se preocupando com o amigo, criando esse show de piadas para fazê-lo sorrir, mas sugiro a vocês que agora vão e conversem com ele, quem sabe ele não esteja um pouco melhor e lhes conte o que anda acontecendo?

     

    As crianças aceitaram a sugestão, mas July sugeriu essa conversa em um lugar muito especial... os demais amigos concordaram.

     

    No dia seguinte, os amigos passaram logo cedo na casa de Carlinhos, chamaram-no e o levaram para fazer um piquenique em um lindo parque que ficava próximo à casa deles.

     

    - Bem, estamos aqui para juntos fazermos algo diferente entre amigos, falou Gaby.

     

    Carlinhos olhava para tudo muito surpreso, estava se sentindo muito melhor naquele lugar, ao ar livre, com os amigos, então falou:

     

    - Nossa amigos! Estou me sentindo tão feliz aqui, coisa que há alguns dias não sentia, andava triste, sem saber o porquê, não sei explicar, mas o carinho, a atenção e o amor de vocês fizeram renascer em mim o Carlinhos que sempre existiu.

     

    - Que bom meu amigo, falou Renan, saiba que você pode sempre contar conosco, e fico muito feliz em saber que fizemos você se sentir melhor.

     

    - Estou muito melhor! Olha que dia lindo! – Falou Carlinhos.

     

    - Sabe Carlinhos, nem todos os dias são felizes, há dias muito alegres e dias nem tão alegres assim, mas fique certo que, nos dias em que a gente acordar um pouco triste, devemos ter a certeza que vai passar...

     

    - Verdade, você teve uns dias tristes, mas passou, pronto! Dias alegres sempre voltam, tudo que é ruim passa... – Falou Gaby.

     

    - E como passa! Vocês são os melhores amigos que alguém pode ter! - Falou Carlinhos.

     

     - Agora, vamos comer! O que você trouxe nessa cestinha July? – Perguntou Renan.

     

    - Um delicioso bolo de chocolate! – Ela respondeu.

     

    - Hummmmmmmm! – Falaram Carlinhos, Gaby e Renan

     

    E aquela foi uma manhã diferente, Carlinhos compreendeu que toda tristeza passa, que a vida é repleta de alegria e que ter amigos de verdade por perto faz tudo ficar mais fácil.

     

    Eles comemoraram comendo uma bela torta de chocolate!

     

    Toda tristeza passa...

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.




    Avatar





    • Hi Buy all styles of Ray-Ban Sunglasses only 19.99 dollars. If interested, please visit our site: sunglassusa.online Regards, Minéia Pacheco

      RESPOSTA





      • Hi CAREDOGBEST™ - Personalized Dog Harness. All sizes XS to XXL. Easy ON/OFF in just 2 seconds. LIFETIME WARRANTY. FREE Worldwide Shipping! Click here: caredogbest.online All the best, Minéia Pacheco

        • RE: mineiapacheco.com.br / Minéia Pacheco WEB SITE SERVICES This notice EXPIRES ON: Nov 01, 2020 We have actually not obtained a settlement you. We've tried to contact you but were not able to reach you. Please Visit: https://www.electronicdomains.com/mineiapacheco.com.br For details and also to make a optional settlement for solutions. Thank you. 11012020172122454252

          • Hey Buy all styles of Ray-Ban Sunglasses only 19.99 dollars. If interested, please visit our site: framesoutlet.online Have a great time, Minéia Pacheco

            • Hello there Buy all styles of Oakley Sunglasses only 19.99 dollars. If interested, please visit our site: sunglassoutlets.online Many Thanks, Minéia Pacheco

              • ATT: mineiapacheco.com.br / Minéia Pacheco INTERNET SITE SERVICES This notification ENDS ON: Sep 22, 2020 We have actually not obtained a settlement you. We've tried to call you but were incapable to contact you. Kindly Visit: https://bit.ly/3iU3CRz . For information and to process a optional payment for solutions. 09222020231733.












              INSTITUCIONAL

              Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

              © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.