• 19
    JAN

    PEQUENAS ATITUDES GERAM GRANDES RESULTADOS!


    Pequenas atitudes geram grandes resultados!

     

    Estava muito quente naqueles dias, todos reclamavam do enorme calor, ventava pouco, as pessoas estavam ficando cada vez mais mal-humoradas.

     

    Ninguém tinha uma solução para o problema, todos só tinha reclamações a fazer...

     

    - Ah, não aguento mais tanto calor! – Falava Sr. Geraldo.

     

    - Eu também já não aguento este tempo quente e sem nenhum ventinho para nos refrescar. – Falava dona Maria.

     

    Júlia e Bianca já não aguentavam mais tantas reclamações.

     

    - O que vocês acham de ao invés de ficarmos só reclamando, fazermos algo para melhorar o clima do nosso planeta? – Falou Júlia, bem alto, para todos ouvirem.

     

    - Isso mesmo Júlia, vamos parar de reclamar e agir! – Falou Bianca.

     

    - Hahaha! – Sorriu Sr. Geraldo. Vocês pensam que é fácil assim? – Ele perguntou.

     

    - Pois é, vocês são crianças, não sabem o que estão falando! – Disse Dona Maria.

     

    Júlia e Bianca não gostaram nada do que o Sr. Geraldo e a Dona Maria falaram, elas sabiam que poderiam fazer algo, sabiam que poderiam de alguma forma melhorar o ambiente onde viviam...

     

     

    - Sabe Júlia, não vejo muitas árvores em nosso bairro, poderíamos plantar algumas mudas, claro que vai demorar um pouco para crescer e o resultado não será imediato, mas se não fizermos nada agora, pensando na demora do resultado do nosso esforço, a mudança que tanto queremos nunca virá! – Falou Bianca.

     

    -  Que ideia fantástica Júlia, vamos fazer agora mesmo a nossa parte para melhorar nosso planeta.

     

    E lá foram elas..., conseguiram em um jardim botânico mudas de algumas árvores, foram a alguns pontos da cidade e plantaram uma a uma, cada plantinha que receberam.

     

    Quando terminaram, sentiram-se satisfeitas com o resultado.

     

    Sr. Geraldo e Dona Maria olhavam-nas de longe...

     

    - Mas que meninas bobas, essas árvores irão demorar muito para crescer! – Falou Dona Maria.

     

    - Com certeza, demorarão e muito! – Falou Sr. Geraldo.

     

    Júlia e Bianca não se importaram com o que eles falaram.

     

    Outras crianças do bairro viram a atitude delas e resolveram também plantar algumas árvores pela cidade. Júlia e Bianca olhavam tudo muito felizes e satisfeitas!

     

    O tempo passou, as árvores cresceram, ficaram gigantes. Júlia e Bianca já não eram mais tão menininhas assim, mas elas estavam lá aproveitando e curtinho ao máximo a sombra e o vento fresco que as árvores lhes proporcionaram nos dias de sol e calor intenso. Se elas nunca tivessem tomado atitude, estariam até hoje sofrendo com o imenso calor.

     

    Sr. Geraldo e Dona Maria também estavam aproveitando a sombra e o ventinho gostoso que vinham das árvores.

     

    - Ei meninas, venham aqui! – Falou Sr. Geraldo.

     

    - Sabem, devemos confessar, se vocês tivessem nos escutado, não teríamos essa sombrinha agora. Vocês nos ensinaram uma grande lição naquele dia: pequenas atitudes, muita paciência e dedicação, podem nos levar a maravilhosos resultados. – Falou Sr. Geraldo.

     

    Elas estavam felizes, pois haviam contribuído na criação de um ambiente mais verde e ventilado. E agora, a cidade delas era uma das mais arborizadas do mundo, pois as árvores que elas e os amigos plantaram cresceram tão perfeitamente e lindamente pela cidade que a tornou uma das cidades mais verdes do planeta!

     

    E assim todos aprenderam que pequenas atitudes geram grandes resultados!  

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.







    INSTITUCIONAL

    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.