• 18
    DEZ

      - Olha mamãe, aquela estrela a brilhar no céu, olha como ela brilha diferente das outras. - É verdade filho, que brilho intenso. - Nunca vi uma estrela brilhar assim... - Nem eu filho, que linda! Nando e sua mãe ficaram admirando a linda estrela que brilhava intensamente no céu por muito tempo ainda. Eles queriam muito saber porque aquela estrela brilhav ...

     

    - Olha mamãe, aquela estrela a brilhar no céu, olha como ela brilha diferente das outras.

    - É verdade filho, que brilho intenso.

    - Nunca vi uma estrela brilhar assim...

    - Nem eu filho, que linda!

    Nando e sua mãe ficaram admirando a linda estrela que brilhava intensamente no céu por muito tempo ainda. Eles queriam muito saber porque aquela estrela brilhava de uma forma tão diferente das demais, algo que eles nunca tinham percebido antes.

    Até que depois de um bom tempo a observar, passou uma senhora e falou com eles:

    - Admirados com a estrela?

    - Sim, muito! – Nando respondeu.

    - Ela é a estrela do natal, só aparece uma vez ao ano.

    - Estrela do natal!? – Nando e sua mãe questionaram surpresos.

    - Sim, claro! Toda noite de natal ela aparece lá no céu, para nos avisar que o filho de Deus nasceu no meio de nós.

    - Não, mas isso aconteceu a muito tempo. Não existe mais essa estrela nos dias atuais. – Falou a mãe de Nando.

    - Mas é claro que existe! Todo ano ela está lá, como sempre esteve. Ela vem para nos mostrar que o menino Jesus nasceu no meio de nós e para nunca esquecermos o quanto Ele nos ama!

    - Nossa, não sabia disso! – Falou Nando.

    - Há muito tempo atrás essa mesma estrela guiou os três reis magos para o lugar onde Jesus havia nascido, hoje em dia a estrela do natal vem com o objetivo de nos fazer entender que nunca devemos esquecer de que o renascimento de Jesus acontece todos os anos.

    - Que momento mágico! – Falou a mãe de Nando.

    - É sim, muito mágico! Sintam a magia desta época, apreciem a estrela de natal e nunca esqueçam que ela existe para nos mostrar que todo ano Ele renasce no meio de nós e que a esperança nunca deve deixar de existir em nossos corações.

    - Obrigada senhora por nos ensinar tudo isso e por encher nosso coração de amor e esperança. – Falou Nando.

    - Que a estrela do Natal nunca deixe de brilhar no céu, e principalmente, que ela nunca deixe de brilhar durante todo ano no coração de cada um de nós. Um feliz natal!

    E juntos, os três, se abraçaram, olharam a estrela a brilhar no céu e agradeceram imensamente por ela renovar todo ano a esperança com o renascimento de Jesus!

     

     

    Autora Minéia Pacheco.

     




    Avatar









    11
    DEZ

    Queridos amigos leitores, Como o tempo anda uma correria por aqui neste fim de ano, resolvi reunir neste post TODOS meus contos que falam sobre o Natal. Clique no título do conto e ótima leitura! 1. Então é Natal! 2. Os presentes de Papai Noel! 3. Um Papai Noel atrapalhado! 4. A procura de uma noite de Natal especial! 5. Os pinheiros de Natal! 6. O coral de Nat ...

    Queridos amigos leitores,

    Como o tempo anda uma correria por aqui neste fim de ano, resolvi reunir neste post TODOS meus contos que falam sobre o Natal.

    Clique no título do conto e ótima leitura!



    1. Então é Natal!

    2. Os presentes de Papai Noel!

    3. Um Papai Noel atrapalhado!

    4. A procura de uma noite de Natal especial!

    5. Os pinheiros de Natal!

    6. O coral de Natal!

    7. É Natal...

    8. Um gatinho atrapalhado!

    9. O diários de Amanda!

    10. Nasce o menino Jesus!

     

     
     




    Avatar









    04
    DEZ

          Junior e Carol estavam eufóricos, pois enfim iriam montar a árvore de natal da família. Eles amavam essa época do ano, amavam enfeitar a árvore e vê-la piscar com suas lindas luzes brilhantes, ficavam encantados!   - Natal é uma época tão mágica não é Junior?   - É sim Carol, ...

     
     
     
    Junior e Carol estavam eufóricos, pois enfim iriam montar a árvore de natal da família. Eles amavam essa época do ano, amavam enfeitar a árvore e vê-la piscar com suas lindas luzes brilhantes, ficavam encantados!
     
    - Natal é uma época tão mágica não é Junior?
     
    - É sim Carol, sinto as pessoas bem mais felizes!
     
    - Muitos dizem que Natal também é tempo de pensar no próximo, de ajudar quem mais precisa.
     
    - Verdade Carol e tive uma ideia. Vamos fazer algo diferente neste Natal?
     
    - Claro, mas... O quê?
     
    - Vamos juntar nossas economias e comprar presentes e doar ao orfanato que fica aqui na nossa rua.
     
    - Que ideia genial, vamos fazer isso logo depois que terminarmos de montar a árvore.
     
    Carol e Junior terminaram de montar a árvore de Natal, pegaram suas economias, correram para o magazine mais próximo da cada deles e compraram alguns presentinhos, não muitos, mas o suficiente para fazerem algumas crianças mais felizes.
     
    Voltaram para casa e colocaram os presentes em baixo da árvore de Natal, pois só entregariam na noite natalina, mas a ansiedade já estava enorme:
     
    - Será que as crianças vão gostar Carol?
     
    - Claro que sim Junior, elas irão amar!
     
    Quando a mãe deles chegou em casa, viu a árvore montada e repleta de presentinhos e perguntou:
     
    - De onde saíram esses presentes?
     
    - Compramos mamãe. – Falou Carol.
     
    - Vamos dar as crianças que moram no orfanato aqui perto de casa. – Falou Junior.
     
    - Pegamos nossas economias e fomos no magazine aqui perto. – Falou Carol.
     
    - Porque no Natal devemos pensar naqueles que mais precisam. – Falou Júnior.
     
    A mãe nada falou, estava emocionada demais, pois seus filhos, tão pequeninos, já entendiam o verdadeiro significado do Natal, como não amá-los mais ainda?!
     
    Baixou-se, abriu os braços, os chamou para um forte abraço e falou:
     
    - O verdadeiro sentido do Natal é esse, fazer o bem ao próximo, fazer o bem para quem mais precisa. Obrigada por serem esses filhos tão maravilhosos, amo vocês!
     
    Júnior e Carol estavam felizes, sentiam a alegria dentro do coração, sentiam a verdadeira magia do Natal, pois é bem mais feliz quem dá, do que quem recebe!
     
     
     
    Autora Minéia Pacheco



    Avatar












  • 15
    DEZ

      Era uma noite iluminada pelas belas estrelinhas do céu. Maria, a mãe de Jesus, procurou um lugar para dar à luz, pois havia chegado a hora do menino nascer. Estando as hospedarias todas lotadas, ela foi encaminhada com seu marido José para um estábulo, já não suportando tanta dor, ela aceitou o lugar e lá se acomodou para traze ...

     

    Era uma noite iluminada pelas belas estrelinhas do céu. Maria, a mãe de Jesus, procurou um lugar para dar à luz, pois havia chegado a hora do menino nascer. Estando as hospedarias todas lotadas, ela foi encaminhada com seu marido José para um estábulo, já não suportando tanta dor, ela aceitou o lugar e lá se acomodou para trazer ao mundo o filho de Deus... Jesus Cristo, o Nosso Salvador!

    Após alguns minutos, o menino Jesus já estava nos braços de Maria. Quem presenciava esse acontecimento histórico, além de Maria e José, eram os animais do estábulo, que se aproximaram para ver o pequeno menino que havia chegado ao mundo.

    Após o nascimento, uma forte estrela brilhou no céu, brilhou intensamente. Era a estrela de Belém para guiar os Três Reis magos até o menino que acabava de nascer!

     


    Eles que viviam muito longe dali, observaram aquela estrela e falaram:

    - O filho de Deus nasceu!

    Eles saíram de onde estavam e seguiram a brilhante estrela no céu até encontrar onde estava o recém-nascido Jesus. Após uma longa caminhada, chegaram ao estábulo onde Jesus estava, cada um trouxe um presente para oferecer ao Menino. Os presentes foram ouro, incenso e mirra.
    Jesus veio para nos trazer a paz, a alegria e muito amor para os nossos corações. O Natal representa o nascimento Dele!

     

    Autora Minéia Pacheco

     




    Avatar









    10
    DEZ

        Os pinheiros estavam felizes, pois com a chegada do Natal eles iriam para muitas casas e ganhariam brilhos, enfeites, luzes e magia. - Ah, o Natal! Que bela época do ano! - Fala-me, como é o Natal? – Perguntou um pequeno pinheiro, pois esse seria seu primeiro Natal e estava ansioso para saber como era. - É uma época mágica, nós sem ...

     
     
    Os pinheiros estavam felizes, pois com a chegada do Natal eles iriam para muitas casas e ganhariam brilhos, enfeites, luzes e magia.

    - Ah, o Natal! Que bela época do ano!

    - Fala-me, como é o Natal? – Perguntou um pequeno pinheiro, pois esse seria seu primeiro Natal e estava ansioso para saber como era.

    - É uma época mágica, nós sempre vamos para alguma casa e lá somos enfeitados até a chegada do Natal.

    - Não vejo a hora de ir para alguma casa e ser enfeitado!

    - Nessa época a magia toma conta dos corações das pessoas, tudo fica mais bonito!

    - Só de pensar meu pequeno coração dá pulos de alegria.

    - Em algumas casas há crianças que brincam com nossos enfeites, espero que você vá para alguma casa que tenha criança, assim seu Natal será bem mais especial, pois elas alegram e encantam o lar e nos deixam mais felizes também.

    - Será que terei essa sorte?

    - No Natal tudo é possível!

    - Estou há muito tempo esperando meu grande dia como pinheiro de Natal, já ouvi falar muito por aqui sobre essa data tão especial, e sei que ela é e será inesquecível para mim.

    - Olha ali pequeno pinheiro.

    - O quê?

    - As pessoas já estão chegando para nos pegar!

    - Sério? Estou eufórico de felicidade!

    - Chegou a grande hora, passamos um ano esperando esse grande momento, boa sorte em seu primeiro Natal.

    - Te agradeço por me contar tudo sobre o Natal.

    - Olha, lá vem uma bela criança correndo em sua direção, ela gostou de você!

    - Ah como estou feliz, serei um belo pinheiro de Natal em uma casa com crianças. Até mais amiga e tenha um Feliz Natal!

    - Até mais e viva a magia do Natal pequeno pinheiro!

    - Já estou vivendo!
     

    FELIZ NATAL!
     
     
    Autora Minéia Pacheco
     
     



    Avatar





    • Minéia, amo suas histórias! Gostei muito do sei novo site! Algumas coisas não estão funcionando ainda, como por exemplo o botão do coração, para gostar da história. Um campo de busca por temas seria a cereja do bolo!!! Obrigada por fazer parte das nossas noites todos os dias, tornando-as muito gostosas com suas histórias maravilhosas. Deus te abençoe.

      RESPOSTA





    • Mineia,seus contos são cheios de encantamento!adorei esse pinheirinho!Fiz um selinho especial de Natal pra vc,espero que goste!Está postado hoje no meu blog.Bjs,

      RESPOSTA





    • Olá!
      Conheci o seu blog a partir de uma menção do Inventando com a Mamãe e adorei! Eu moro no exterior, tenho dois filhos pequenos e acho que você irá me dar uma super mãozinha para fazê-los dormir com as suas histórias!
      Bj
      Adri

      RESPOSTA





    • Lindo Mi!
      Ai q magico é o Natal, né?
      E vc nos enfeita e enche de alegria com o q conta!

      Beijos !

      RESPOSTA





    • Linda história de Natal.As crianças adoram e nós também.A chegada foi tri legal e estou muito feliz.Foram descansar agora, por isso vim até aqui...beijos,chica

      RESPOSTA





    • Amiga mais um texto lindo. Fico feliz em cada historia de natal.
      aguardo mais e mais. bjs.

      RESPOSTA









    03
    DEZ

                 Era uma noite de natal como outra qualquer, as crianças dançavam e brincavam ao redor das árvores de natal e os adultos conversavam e riam enquanto comiam as deliciosas ceias natalinas.            Depois de muita festa, as crianças foram dormir ansiosas com a chegada do Papai Noel. Já era meia noite, avisava o relógio da sala, e curiosas as crianças no qu ...

     


    (Fonte da imagem: Google!)

     
             Era uma noite de natal como outra qualquer, as crianças dançavam e brincavam ao redor das árvores de natal e os adultos conversavam e riam enquanto comiam as deliciosas ceias natalinas.
     
             Depois de muita festa, as crianças foram dormir ansiosas com a chegada do Papai Noel. Já era meia noite, avisava o relógio da sala, e curiosas as crianças no quarto ficaram em silêncio esperando escutar algum barulhinho vindo da chaminé, esperaram muito... Mas nada do Papai Noel chegar!
     
             - Acho que ele vai se atrasar hoje. – Falou Yuri.
     
             - É, vamos dormir, amanhã saberemos se ele veio ou não. – Falou Amanda.
     
             - Vamos esperar mais um pouco. – Falou Caio.
     
             - Já esperamos demais, vamos dormir. – Falou Cíntia.
     
             E então adormeceram...
     
             Algumas horas depois Caio acorda com um barulho estranho, com medo, ele vai logo acordar Yuri.
     
             - Yuri, acorda! Estou escutando uns barulhos estranhos, é como se alguém estivesse pedindo socorro.
     
             - O quê? Não é nada... Vá dormir!
     
             Enquanto conversavam, o barulho novamente aconteceu. Yuri foi logo acordar Amanda.
     
             - Amanda, acorda! Está acontecendo alguma coisa lá em baixo.
     
             - Deixe-me dormir! – Ela falou.
     
             E mais uma vez o barulho estranho voltou a acontecer.
     
             - Nossa, o que será isso? – Falou Amanda.
     
             - Não sei, vamos lá. – Falou Yuri.
     
             - Vamos acordar a Cíntia, iremos nós quatro.
     
             Chegando perto dela...
     
             - Acorda Cíntia, está acontecendo alguma coisa lá em baixo, vamos lá ver!
     
             - Não irei, se for um ladrão? - Falou Cíntia.
     
             - Vamos descobrir juntos, vem! – Falou Amanda.
     
    Então os quatro desceram e procuraram descobrir de onde vinham os gritos, escutaram mais uma vez:
     
             - Socorro!!!
     
             E Yuri falou:
     
             - Quem está aí?
     
             E a voz respondeu:
     
             - Estou preso na chaminé!
     
             - Como você foi parar aí? – Perguntou Amanda.
     
             - Estava tentando entregar alguns presentes e fiquei preso. Por favor! me ajudem!
     
             - Então você é Papai Noel? – Perguntou Caio.
     
             - Sim, sou eu mesmo, me ajudem!
     
             - Não acredito! PAPAI NOEL PRESO EM NOSSA CHAMINÉ? – Falou Cíntia
     
             - Vamos ajudá-lo, mas como? – Falou Yuri.
     
             - Papai Noel prenda a respiração que iremos te puxar! – Falou Amanda.
     
             - Mas como, ele está muito alto? – Perguntou Caio.
     
             - Vamos ficar um encima do ombro do outro e assim ficaremos na altura certa para salvar o Papai Noel.
     
             E assim fizeram, chegando perto do Papai Noel o puxaram, puxaram muito até ele conseguir descer a chaminé. E todos gritaram alegres:
     
             - Conseguimos!!!!
     
             - Obrigado crianças! já estava ficando muito preocupado, pois tenho muitos presentes para entregar essa noite, como iria se ficasse preso na chaminé a noite toda? Vocês salvaram a noite de natal de muitas crianças... Ho Ho Ho!
     
             - Mas Papai Noel, como o senhor irá entregar outros presentes se já não consegue descer pela chaminé?
     
             - Papai Noel dá um jeitinho para tudo, só não irei deixar minhas lindas crianças sem presentes de natal. Próximo ano farei um regime e assim poderei voltar a descer a chaminé como sempre desci. Agora irei deixar o presente de vocês aqui, mas, por favor, só abram amanhã, não tem graça abrir agora.
     
             - Claro que abriremos só amanhã! – elas falaram.
     
             - Mais uma vez, obrigado crianças! vocês salvaram esse Natal, Ho Ho Ho!
     
             No dia seguinte as crianças desceram eufóricas para abrirem seus presentes de natal, elas amaram o que ganharam, em cada um desses presentes havia um bilhetinho que dizia:
     
             - Queridas crianças, consegui entregar todos os presentinhos de Natal graças a vocês. Prometo fazer um belo regime e não dar mais trabalho no próximo ano. QUE A MAGIA DO NATAL NUNCA DESAPAREÇA DE SEUS CORAÇÕES! Feliz Natal!
     
    Minéia Pacheco

     




    Avatar
















    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.