• 16
    OUT

      O dia estava lindo, céu azul, clima agradável, tudo perfeito para ser a melhor partida de futebol dos últimos tempos.   Bruno, João e Pedro já estavam no campo, treinando, se aquecendo, aquele seria um grande dia.   - Será que hoje conseguimos ganhar da equipe adversária? – Perguntou Bruno.   - Espero que sim, foram 3 ...

    Fonte da imagem AQUI!
     
    O dia estava lindo, céu azul, clima agradável, tudo perfeito para ser a melhor partida de futebol dos últimos tempos.
     
    Bruno, João e Pedro já estavam no campo, treinando, se aquecendo, aquele seria um grande dia.
     
    - Será que hoje conseguimos ganhar da equipe adversária? – Perguntou Bruno.
     
    - Espero que sim, foram 3 derrotas seguidas com essa equipe, não vou aguentar mais uma. – Falou Pedro.
     
    - Calma amigos, vamos dar nosso melhor, praticamos bastante, o importante é competir. – Falou João.
     
    - Ah! não aguento mais essa sua conversinha de “o importante é competir” João. Eu quero ganhar, cansei de perder para essa equipe. – Falou Bruno.
     
    - Eu também Bruno, hoje quero ganhar! – Falou Pedro bem eufórico.
     
    - Então amigos, vamos parar de conversinhas e nos aquecer, a outra equipe já esta chegando. – Falou João.
     
    Os amigos começaram a correr pelo campo se aquecendo, mantendo o foco e a concentração, logo o jogo iria começar e tinha tudo para ser um jogaço.
     
    Os pais estavam nas arquibancadas gritando e encorajando a equipe, faltavam poucos minutos para o juiz apitar o início da partida.
     
    - É agora ou nunca! – Falou Bruno.
     
    - Foco e concentração equipe! – Gritou Pedro.
     
    - Que seja um jogo inesquecível. – Falou João.
     
    O juiz enfim apitou e o jogo começou...
     
    Um passe aqui, um drible ali, João toca para Pedro que toca para Bruno, mas antes de Bruno alcançar a bola, o jogador da equipe adversária consegue pegá-la, toca rapidamente para seu colega de equipe e em um chute certeiro faz o primeiro gol do jogo.
     
    Bruno e Pedro ficam inconsoláveis.
     
    - Não acredito que vamos perder novamente! – Eles falavam.
     
    - Calma amigos, o fogo apenas começou, não vamos perder o foco e a determinação, ainda podemos ganhar esse jogo!! – Encoraja João.
     
    O jogo recomeça...
     
    Os pais nas arquibancadas não param de gritar!
     
    O jogo está a mil...
     
    Fim do primeiro tempo, o jogo continua 1x0 para a equipe adversária.
     
    - Vamos lá pessoal, vamos dar nosso melhor neste segundo tempo, nós vamos ganhar esse jogo! – Fala João.
     
    - Vamos sim! – diz Pedro.
     
    - É agora ou nunca! – Fala Bruno entusiasmado.
     
    Começa o segundo tempo... Os garotos estão eufóricos!
     
    João dá um drible espetacular, passa a bola para Bruno que vê Pedro próximo ao gol e toca a bola para ele, Pedro desvia do adversário e dá um chute com toda sua força e a bola vai parar na rede da equipe adversária, um golaço!
     
    Os pais gritam eufóricos:
     
    - Goooooooooooooolll!!
     
    A adrenalina da equipe vai a mil, que jogo!
     
    - Vamos pessoal, concentração, foco, o jogo ainda não acabou. – Lembra João.
     
    A bola volta a rolar no gramado, a equipe adversária tem mais tempo com a bola, Pedro e Bruno começam a ficar nervosos e perder a concentração no jogo.
     
    - Gente, não vai adiantar nada ficarmos nervosos assim, vamos jogar e dar o nosso melhor. – Reclamou João.
     
    Pela primeira vez Bruno e Pedro concordam com João, e começam a fazer o que fazem de melhor, jogar bola muito bem.
     
    Quase acabando o jogo, nos minutos finais do segundo tempo, João, Pedro e Bruno já estavam conformados com o empate, mas continuam a jogar brilhantemente, até que Pedro recebe uma bola perfeita, passa para João e ele passa para Bruno que faz um drible espetacular, algo inimaginável e termina a jogada com um golaço, um gol incrivelmente perfeito e faz a equipe se tornar campeã!
     
    A arquibancada vai a loucura, os pais estão eufóricos, o juiz apita o fim do jogo.
     
     João, Pedro e Bruno estão radiantes de felicidade, rindo, pulando, se abraçando, não acreditando que enfim ganharam um jogo com a equipe adversária, foram três jogos seguidos perdendo para conseguir a tão sonhada vitória, e nos minutos finais do segundo tempo, realmente foi um jogaço!
     
    - Com concentração, foco e determinação no final tudo dá certo. – Falou João.
     
    - Verdade amigo, seus incentivos foram fundamentais para nossa vitória. – Falou Pedro.
     
    - Seus incentivos e também meu golaço nos minutos finais do segundo tempo. - Brincou Bruno.
     
    E juntos os amigos riram muito, estavam felizes e isso ninguém podia tirar deles.
     
    Que jogo!
     
     

    Minéia Pacheco
     
     
     

    Avatar













    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.