• 04
    FEV

          A turma estava animada, fim de férias, início das aulas. Estavam com saudades da professora, dos amigos e curiosos para conhecer os novos amigos, pois todo início de ano tem algum colega novo na sala de aula.   - Vamos brincar de adivinha. - Falou Paulinha. Eu acho que este ano na nossa sala de aula serão quatro meninos novatos e duas meninas ...

     
     
     
    A turma estava animada, fim de férias, início das aulas. Estavam com saudades da professora, dos amigos e curiosos para conhecer os novos amigos, pois todo início de ano tem algum colega novo na sala de aula.
     
    - Vamos brincar de adivinha. - Falou Paulinha. Eu acho que este ano na nossa sala de aula serão quatro meninos novatos e duas meninas.
     
    - Eu acho que serão três meninos e nenhuma menina, meninas são muito chatinhas. - Falou Beto.
     
    - Pôxa Beto, que chato você heim? Meninas não são chatinhas! - Reclamou Paulinha.
     
    - Tá bom, desculpe! Mas mesmo assim, acho que serão três meninos novatos em nossa sala.
     
    - Eu acho que serão três meninas e dois meninos novatos. As meninas deixam a sala mais bonita. - Falou Rogério piscando para Paulinha.
     
    - Humm, vi a piscadinha viu Rogério! - Falou Beto.
     
    - Meninos sem gracinha, quem será que irá ganhar? Algum de nós ou nenhum? Nossa, estou tão ansiosa para chegar logo na escola, estava com muita saudades de todos.
     
    - Para ser sincero eu também, estou até com saudades das tarefas para casa. - Falou Beto.
     
    - Eu tenho saudades das brincadeiras na hora do recreio, onde todos se encontram para brincarem juntos, é bom demais! - Falou Rogério.
     
    - Vejam, já chegamos! - Falou Paulinha
     
    Os três amigos desceram do ônibus escolar e correram para a escola, reviram vários amigos e juntos foram para a sala de aula, pois o toque de entrada já tinha sido dado.
     
    A professora se apresentou a turma e falou:
     
    - Sei que muitos de vocês já estudaram aqui ano passado, mas quero apresentar os alunos novatos, levantem-se  José, Luís, Téo, Maurício, Bianca e Sofia, estes são os alunos novatos, vamos aplaudir nossos amigos e desejar-lhes boas vindas.
     
    Mas antes dos demais alunos fazerem o que a professora pediu, Paulinha gritou:
     
    - Eu ganhei! Eu ganhei!
     
    - O que houve Paulinha? - Perguntou a professora.
     
    - Desculpe-me professora, mas é que no transporte escolar eu, Beto e Rogério fizemos um jogo de adivinha tentando adivinhar quantos alunos novatos teríamos na sala e eu acertei!
     
    - Então parabéns para você! Agora vamos dar boas vindas aos novos amigos!
     
    E todos juntos falaram:
     
    -Sejam bem vindos e vamos fazer deste novo ano escolar um ano repleto de alegrias, aprendizagens, amizades e que ele seja inesquecível para todos... Feliz volta às aulas para todos nós!
     
    (Palmas)
     
     
     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     
     
     
     



    Avatar









    31
    JUL

      Autor da ilustração AQUI! (http://www.waldomironeto.blogspot.com.br/)   A Incrível Férias do Cãozinho Bilu!   Cansado de ficar sempre no mesmo lugar, o cãozinho resolveu, de uma hora para a outra, tirar umas férias.   - Estou cansado de fazer as mesmas coisas todos os dias, cheguei à conclusão que pr ...

     
    Autor da ilustração AQUI! (http://www.waldomironeto.blogspot.com.br/)

     

    A Incrível Férias do Cãozinho Bilu!

     

    Cansado de ficar sempre no mesmo lugar, o cãozinho resolveu, de uma hora para a outra, tirar umas férias.

     

    - Estou cansado de fazer as mesmas coisas todos os dias, cheguei à conclusão que preciso de férias urgentemente.

     

    Pegou o primeiro avião e partiu para um lindo lugar chamado Paraíso Azul. O lugar era lindo, belas praias, céu azul, água de coco bem geladinha... Realmente merecia o nome que lhe foi dado.

     

    Bilu correu pela praia, tomou um delicioso e inesquecível banho, deitou na areia, apreciou o céu azul, bebeu muita água de coco e observou os outros animais que estavam de férias por lá também.

     

    Viu uma girafa de biquíni, um elefante tomando sol, uma zebra e um hipopótamo jogando bola na areia próximos ao mar. Bilu estava fascinado, que férias incríveis ele estava vivendo!

     

    Próximo a ele havia um suricato, Bilú o chamou para brincar de ping pong, os dois se divertiram até cansar. O dia já estava indo, mas a noite prometia, logo mais haveria um lindo lual com o leão no violão e a coruja cantando as canções.

     

    Os dias passaram e suas férias já estavam terminando, Bilu não queria sair de lá nunca mais, porém, aos poucos os outros animais começaram a retornar as suas casas. Como não queria ficar lá sozinho, resolveu voltar também. Ficou feliz ao chegar em casa, pois percebeu que não existe lugar melhor do que nosso lar, mas de uma coisa ele tinha certeza, nas próximas férias voltaria ao Paraíso Azul e dançaria novamente numa noite de lual com a linda cadela Marry.

     

    Férias assim, todos sonham em ir!

     

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     




    Avatar









    08
    FEV

      Joaquim acordou mais cedo do que o normal naquela manhã, o dia mal tinha nascido e ele já estava de olhos abertos na cama. Já que tinha acordado cedo e a vontade de dormir não chegava novamente, ele resolveu ir ao banheiro, tomar um bom banho e ir até a cozinha beliscar alguma coisa enquanto sua mãe não levantava.   Percebeu que seu irm ...

     
    Joaquim acordou mais cedo do que o normal naquela manhã, o dia mal tinha nascido e ele já estava de olhos abertos na cama. Já que tinha acordado cedo e a vontade de dormir não chegava novamente, ele resolveu ir ao banheiro, tomar um bom banho e ir até a cozinha beliscar alguma coisa enquanto sua mãe não levantava.
     
    Percebeu que seu irmão mais velho também estava com insônia naquela manhã, pois já estava no chuveiro tomando banho também. O que será que estava acontecendo com eles?
     
    A mãe acordou e Joaquim percebeu que ela estava um pouco agitada, como se estivesse atrasada, mas, atrasada com o quê? O que estava acontecendo com sua família naquela manhã?
     
    Estava tudo muito estranho...
     
    O pai quando chegou à cozinha, ficou feliz ao ver seus filhos já sentados à mesa tomando o café da manhã:
     
    - Que bom que já estão acordados, assim não iremos nos atrasar!
     
    Joaquim, pensativo, perguntou a si mesmo:
     
    - O que iremos fazer?  Agora é que ele havia ficado confuso mesmo!
     
    Sem entender o que se passava, resolveu ir ao quarto, deitar-se mais uma vez, quando estava perdido em seus pensamentos, sua mãe chegou e perguntou:
     
    - Já está pronto Joaquim? Seu pai está esperando!
     
    - Esperando? Para onde vamos?
     
    - Não me diga que esqueceu?!
     
    - Acho que sim, pois estou totalmente perdido sem entender nada dessa agitação toda!
     
    - Ai, ai... Meu querido Joaquim! Suas AULAS começam hoje!
     
    - O QUÊ? Esqueci a Volta à s Aulas!
     
    - Acho que você ficou muito mal acostumado com as férias. Arrume-se rápido, pois a rotina, os estudos e as obrigações recomeçam hoje! Corra que seu pai já está no carro a sua espera.
     
    Enfim, Joaquim entendeu o motivo de toda aquela agitação e ficou feliz, pois já estava com saudade da correria de toda manhã antes de ir à escola, já estava com saudades do colégio, dos amigos e até dos deveres!
     
    Trocou de roupa o mais rápido possível, pegou a mochila e correu em direção ao carro:
     

    - Querida escola, aqui vou eu!
     
    Autora Minéia Pacheco

     



    Avatar












  • 27
    JUL

                                                                  AQUI!   Carlinhos acordou animado, correu para a cozinha e perguntou para sua mãe:   - Vamos à praia?   - Agora?!    - Sim, por favor! ...

                                                                 Fonte da imagem; AQUI!

     

    Carlinhos acordou animado, correu para a cozinha e perguntou para sua mãe:
     
    - Vamos à praia?
     
    - Agora?! 
     
    - Sim, por favor!
     
    - Tudo bem, vá colocar sua roupa de banho.
     
    Era uma segunda-feira de um lindo céu azul e sol brilhante. Chegaram à praia e Carlinhos correu para o mar, queria tomar um delicioso banho de água salgada. A praia estava vazia, do jeitinho que ele gostava com espaço suficiente para jogar bola livremente.
     
    Sua mãe estava sentada na areia observando sua alegria contagiante.
     
    - Filho, até parece que faz anos que você não vem à praia.
     
    - É que a praia em dia de semana fica mais especial.
     
    Ao chegarem em casa Carlinhos correu para o banheiro, tomou um bom banho e foi assistir seus programas favoritos na televisão enquanto sua mãe fazia o almoço. A tarde, depois de almoçar, correu para a rua, foi encontrar seus amigos e brincar na praça. Quando já estava anoitecendo, jantou e mais uma vez foi encontrar os amigos, ficaram conversando até tarde.
     
    Quando já estava em sua cama, pronto para dormir, sua mãe foi lhe dar um beijo de boa noite e falou:
     
    - Seu dia hoje foi bem agitado heim filho?
     
    - Foi sim mamãe, mas fiz tudo que planejei e estou feliz!
     
    - Por que tantos planos para um único dia?
     
    - Quis aproveitar ao máximo meu último dia de férias. E antes que elas acabassem fiz tudo que não faço quando estou estudando.
     
    - Tudo que é bom, dura pouco não é filho?
     
    - Verdade mamãe, mas também gosto de estudar e para ser sincero, já estou com saudade da minha professora e amigos. Aproveitei ao máximo minhas férias, foram ótimas, mas estudar também é bom demais!
     
    - Tenho muito orgulho de você filho. E fico muito feliz em te ouvir falar desse jeito, continue pensando assim...
     
    - Continuarei sim mamãe!
     
    E no dia que as aulas reiniciaram, Carlinhos acordou cedo, tomou banho, comeu todo o café da manhã, colocou a bolsa nas costas e falou:
     
    - Tchau férias, daqui a alguns meses nos encontraremos novamente!
     
     
    Autora Minéia Pacheco
     



    Avatar









    03
    FEV

    As férias do sapinho Sapé   Sapé era muito trabalhador, onde morava não havia ninguém que trabalhasse mais do que ele, descansava apenas umas duas horas por dia, o restante das horas era apenas de trabalho, muito trabalho. Seus amigos sapos ficavam impressionados! - Como consegue trabalhar tanto assim? – Perguntaram. At&eacut ...

    As férias do sapinho Sapé

     

    Sapé era muito trabalhador, onde morava não havia ninguém que trabalhasse mais do que ele, descansava apenas umas duas horas por dia, o restante das horas era apenas de trabalho, muito trabalho.

    Seus amigos sapos ficavam impressionados!

    - Como consegue trabalhar tanto assim? – Perguntaram.

    Até que um belo dia, nenhum sapinho do lago viu Sapé por lá trabalhando.

    - Onde ele estaria? – Pensaram.

    - Na certa, arranjou mais trabalho em outro lago!

    Enquanto os sapinhos pensavam e se perguntavam, - Onde Sapé estava?, ele estava em um lugar muito distante dali contemplando a praia e descansando em uma bela rede, na sombra dos coqueiros.

    - Trabalhar é bom demais, mas também é muito bom ter um merecido descanso! – Ele falava.

    Entre um banho de mar, uma doce água de coco e grandes cochilos, ele agradecia a Deus por aqueles momentos de descanso, mas agradecia mais ainda pelos dias de trabalho, pois eles eram necessários para valer a pena os dias de descanso.

    Os sapinhos do lago já estavam desesperados. Onde o Sapé estaria?

    - Na certa ficou doente de tanto trabalhar. – Falaram.

    Um mês depois, em uma linda manhã de sol, os sapinhos ao acordarem viram Sapé mais disposto que antes voltando ao trabalho.

    - Onde você estava Sapé? Estávamos preocupados com você!

    Então ele respondeu:

    - Estava de férias, descansando, curtindo os dias de folga que me dei, pois até um sapinho trabalhador como eu deve saber o momento certo de parar, pois todos precisam de descanso.

    Então Sapé voltou a sua rotina de antes, com mais coragem e muito mais força, pois quando paramos e descansamos, voltamos mais dispostos para a nossa rotina de trabalho.

    Parar e descansar é fundamental!

     

    MINÉIA PACHECO

    www.mineiapacheco.com.br

    Nossa missão é transmitir valores através de contos infantis.

     




    Avatar









    01
    FEV

        As aulas de Reginaldo estavam pertinho de começar, sua mãe já havia comprado todo seu material e ele não entendia o porquê de voltar a estudar. Achava tão bom estar de férias, poder brincar o dia inteirinho, dormir tarde, passear com os pais. Por que tinha que voltar a estudar?   - Mamãe não quero voltar a estudar, ...

     
     
    As aulas de Reginaldo estavam pertinho de começar, sua mãe já havia comprado todo seu material e ele não entendia o porquê de voltar a estudar. Achava tão bom estar de férias, poder brincar o dia inteirinho, dormir tarde, passear com os pais. Por que tinha que voltar a estudar?
     
    - Mamãe não quero voltar a estudar, estou gostando muito das férias.
     
    - Filho, as férias são ótimas mesmo, mas é preciso voltar a estudar.
     
    - Mas, por quê?
     
    - Você não sente saudade dos seus amigos?
     
    - Sinto sim...
     
    - Você não sente saudades das suas professoras, da diretora da escola?
     
    - Ah, sinto sim, elas são bem legais.
     
    - Você não sente vontade de rever todo mundo?
     
    - Tenho sim...
     
    - E na escola, você também aprende muita coisa legal, faz suas tarefas, desenha, inventa, cria, brinca. Tem um período inteirinho de atividades, de divertimento, as férias são ótimas, mas voltar à s aulas é bem mais legal.
     
    - Será?
     
    - Lembra quando as férias estavam chegando e você questionou porque existiam as férias?
     
    - Acho que sim.
     
    - Você não estava gostando nadinha de ficar de férias, gostava da escola, dos amigos e falava que iria sentir muita saudade de todos eles.
     
    - Verdade mamãe, agora lembro!
     
    - Pois é filhinho, as férias estão acabando e você enfim poderá rever todos eles.
     
    - Me divertir tanto nessas férias que já havia esquecido o quanto é maravilhoso estar na escola, poder aprender algo novo, fazer uma nova amizade, brincar e me divertir.
     
    - Então desejo a você Feliz Volta à s Aulas!
     
    - Obrigado mamãe, é muito bom poder voltar à escola!
     
     
     
    Autora Minéia Pacheco
     



    Avatar





    • E verdade as férias são ótimas, mas voltar as aulas é melhor...+++

      RESPOSTA





    • Minéia querida, estava com saudades de ti, que bom que voltou e trouxe essa historinha tão fofa... Na verdade, estou assim como o Reginaldo, não quero voltar para a escola, não mesmo... mas por outro motivo... estou sem vontade de rever as pessoas, de falar, de me mover... perdi o bebê amiga, e estou muito triste, sei que vai passar, mas a vontade e ficar aqui em casa embaixo da coberta na minha cama, bem quietinha. Desculpa trazer essa notícia aqui, mas queria te contar.
      Beijo no coração.
      Su.

      RESPOSTA





    • Mineia,saudade de vc tb!Estava de ferias?Linda sua historinha e estimula a criançada a ir á escola de novo!...rsss...bjs e meu carinho!

      RESPOSTA





    • Oi Minéia!
      Adorei a estorinha e é bem assim que acontece mesmo,independente da idade.
      Mesmo os mais velhos também ficam com preguiça de voltar,rs.
      Obrigada pela sua visita e comentários e bom retorno.
      Uma ótima quinta-feira para ti.
      abração com carinho

      RESPOSTA





    • gostei da historinha, eu volto amnha pra aula. beijinho

      RESPOSTA





    • Que bom te ver de volta!Linda história desse recomeço...Ainda estamos em férias na praia, mas quase no fim e neno inicia aulas só dia 22.


      Beijos, tudo de bom,chica

      RESPOSTA





    • Boa noite Minéia.
      Que bela história, parabéns pela autoria.
      Serve até para ser contada na sala de aula.
      Posso usar?
      Obrigada pela visita. Fico feliz por ter gostado dos cartões.
      Bjokas...da Bia!!!

      RESPOSTA
















    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.