• 07
    JUN

    DOUTOR ALEGRIA!



    (Fonte das imagens: Google!)


    Felipe era o nome desse menininho nos braços do Doutor Alegria. Ele não gostava de ir ao médico, pois sempre que ficava doente, sua mãe o levava a hospitais com doutores que não o tratavam muito bem e com isso ele foi criando certo pavor aos hospitais.

    Certo dia quando sua mãe verificou sua temperatura, percebeu que precisava levá-lo urgentemente ao hospital, mas Felipe não queria ir de jeito nenhum, e chorou muito nos braças da mãe pedindo que não o levasse, pois os médicos eram muito chatos e não o tratavam direito. Mesmo ele chorando muito sua mãe o levou, não tinha outro jeito!

    Chegando ao hospital a enfermeira falou:

    - Esse garotinho está com sorte, pois quem está de plantão é o Doutor Alegria!

    Chegando ao consultório o doutor começou a conversar e brincar com Felipe. Ele de princípio não deu muita importância, mas com o tempo foi se rendendo as brincadeiras, e os dois riram muito dentro da sala. O doutor Alegria o examinou todo e Felipe nem percebeu, quando deu por si a consulta já havia terminado e então sua mãe falou:

    - Doutor, obrigada por essa consulta tão animada. Meu filho não estava querendo vim ao hospital porque geralmente todos os médicos são frios e rápidos com as consultas, mas o senhor alegrou o meu pequeno Felipe, e tenho certeza de que da próxima vez, ele virá sem hesitar!

    - Não me agradeça, faço isso por AMOR a minha profissão, se todos os profissionais pensassem como eu, tenho certeza de que não haveria tanta gente mal humorada por aí! Criança precisa de carinho, de atenção e de alguém que possa fazer de momentos difíceis, algo prazeroso. É por isso que sou chamado de Doutor Alegria, porque trago alegria para elas!

    Daquele dia em diante o Doutor Alegria virou o médico de toda a família!



    E Felipe andava inventando doenças, só para poder ver, mais uma vez, aquele alegre doutor!


    Autora: Minéia Pacheco!






    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.