• 26
    ABR

    O PEQUENO PASTORINHO!



    (Fonte das imagens: Google!)

    O Pequeno Pastorinho!

    Em uma aldeia no alto do morro morava José. Um pastorinho muito esperto e bastante dedicado as suas ovelhinhas. Todas as manhãs acordava logo cedo para cuidar delas, passava horas olhando o rebanho passear pelo gramado da aldeia.
    Mas José andava preocupado, pois ouviu rumores que uma raposa estava rondando a aldeia. Elas eram perigosas, pois cercavam as fêmeas e roubavam-lhes os filhotes. O pequeno pastorinho amava demais suas ovelhinhas e não queria que elas sofressem, passou a vigiá-las por mais tempo. Já cansado de tanto vigiar João foi para casa descansar, mas não sabia ele que de longe a raposa espiava.



    Ao ver o pastorinho se distanciando do rebanho a raposa lentamente foi atacar as ovelhas que começaram a balir todas de uma só vez. Fizeram um som tão alto que todos os moradores da aldeia ouviram e saíram correndo, juntamente com João, que correu o máximo que podia para ver se chegava a tempo de salvar suas ovelhinhas. A raposa se assustou com o alvoroço das ovelhas e fugiu, quando o pastorinho chegou ela já estava longe, ele ficou se sentindo culpado pelo apuros que suas ovelhinhas haviam passado e decidiu não sair mais de perto delas. Passaram-se vários dias e noites e João não largou o pé de perto de seu rebanho, os moradores iam deixar comida e água para ele, até que um dia ficou sabendo que a raposa enfim havia sido capturada e levada a um zoológico de uma cidade próxima da aldeia. João ficou feliz e sossegado com a notícia. Então passou a deixar suas queridas ovelhinhas sozinhas durante a noite. Sabia que elas iriam ficar bem, e sendo assim, ele também ficaria bem e poderia dormir mais tranquilo, para no dia seguinte poder novamente levar seu rebanho para passear.

    ((Crianças devemos cuidar muito bem das coisas que realmente AMAMOS!))

    Por Minéia Pacheco!






    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.